Consumo

Codemig e Setur anunciam resultado do novo edital de incentivo à gastronomia mineira

Iniciativa do Governo do Estado de Minas Gerais potencializa a cadeia produtiva gastronômica e promove a regionalização do desenvolvimento

 

postado em 06/01/2017 | Há 2 meses

A Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), em parceria com a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur), anuncia as propostas contempladas no Edital de Incentivo à Gastronomia 2016.

Lançada em agosto do ano passado, a iniciativa vai destinar R$ 1,1 milhão à valorização da gastronomia no estado, por meio do apoio a eventos nos cinco territórios gastronômicos mineiros — Cerrado, Central, Espinhaço, Mantiqueira e Rios.

As 80 propostas recebidas foram avaliadas de acordo com critérios como inovação, valorização dos produtos e modo de fazer da região, envolvimento dos produtores e profissionais locais, estratégias de comunicação, comercialização e promoção, além de acessibilidade a pessoas com necessidades especiais, por exemplo.
A comissão técnica de avaliação foi integrada por profissionais ligados à gastronomia e ao turismo.
 
“A primeira edição do Edital de Fomento à Gastronomia garantiu a realização, ao longo de 2016, de eventos em 11 municípios mineiros. Com o novo certame, vamos apoiar eventos em 20 cidades, em 12 dos 17 Territórios de Desenvolvimento, alinhados com a política do Governo de Minas Gerais de movimentar a economia e promover crescimento em todo o Estado”
Marco Antônio Castello Branco, presidente da Codemig
 
Os eventos gastronômicos contemplados na segunda edição do Edital de Incentivo à Gastronomia irão ocorrer ao longo de 2017.
 
Os contemplados

Na categoria Festivais Gastronômicos (voltada para eventos que já realizaram pelo menos uma edição nos últimos três anos), venceram os projetos “Festival do Peixe” (Lagoa da Prata, região Cerrado); “13º Igarapé Bem Temperado” (Igarapé, região Central); “Festival de Gastronomia Italiana - Colônia Viva” (São João del-Rei, região Mantiqueira); “Ipatinga Gourmet” (Ipatinga, região Rios) e “Festival de Gastronomia Frango Caipira” (São Gonçalo do Rio das Pedras/Serro, região Espinhaço).

Já na categoria Novos Eventos, que pretende estimular a criação de festivais e iniciativas pelo estado, foram selecionados: “1ª Mostra dos Quintais e Quitandas de Paracatu” (Paracatu, região Cerrado); “Festival Encontro Gastrô 2017” (Belo Horizonte, região Central); “1º Festival da Cultura e Gastronomia de Viçosa e Região” (Viçosa, região Mantiqueira); “1º Iron Cheff de Itabira Festival Gastronômico” (Itabira, região Rios); e “Minas de Cabo a Rabo” (Salinas, região Espinhaço).

Por fim, a categoria Food Truck nos Circuitos Turísticos de Minas Gerais teve três projetos beneficiados: “Circuito Mineiro de Food Truck” (Belo Horizonte, Ipatinga, Juiz de Fora, Montes Claros, Nova Serrana, Ouro Preto, Ribeirão Vermelho e Uberaba); “Encontro de Food Trucks” (Sete Lagoas, Nova Lima, Betim, Itabira); e “Festival Comboio Cult” (Uberlândia).
 
Estratégia de desenvolvimento

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Codemig, está investindo de modo pioneiro na gastronomia do estado, setor estratégico na geração de emprego e renda para a economia mineira. Os eventos contemplados no edital irão potencializar a cadeia produtiva gastronômica em Minas Gerais e movimentar o fluxo turístico regional e nacional, reforçando o posicionamento do estado como um destino turístico gastronômico de referência no país.
A empresa deve lançar, já no próximo mês, um novo edital de fomento a eventos gastronômicos. Voltado a organizações da sociedade civil, o novo certame vai destinar R$ 500 mil para o apoio a cinco projetos, um por território gastronômico do estado.
 

Veja tambÉm: