Comércio

Cooperados da Expocaccer são premiados no 13º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais

O café da Fazenda Dona Nenem conquistou o primeiro lugar geral da premiação e o primeiro na categoria Natural da Região do Cerrado Mineiro.

 

postado em 27/12/2016 | Há 10 meses

Cooperados da Expocaccer são premiados no 13º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais

No dia 19 de dezembro foi realizada em Belo Horizonte, a cerimônia de premiação do 13° Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais.  O concurso é promovido pela Emater-MG, Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Universidade Federal de Lavras (Ufla), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe).

O prêmio é o maior do país neste segmento. Foram inscritas 1.853 amostras, e apenas 24 foram classificadas como finalistas. A premiação teve a participação do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, que fez a entrega dos prêmios para os campeões. Também participaram da entrega secretários de Estado, representantes de empresas parceiras, deputados federais e produtores de café.
 
O objetivo do concurso é valorizar o café produzido em Minas Gerais, sendo uma estratégia para abrir aos cafeicultores a possibilidade de conquistar novos mercados, ampliar negócios e aumentar a rentabilidade. Dividida em duas categorias: Natural e Cereja Descascado, a premiação tem uma classificação geral e classificações por regiões produtoras: Sul de Minas, Chapadas de Minas, Cerrado Mineiro e Matas de Minas. A seleção final foi realizada por empresas publicas e privadas, no Centro de Excelência do Café, em Machado, no Sul de Minas Gerais.
Para os produtores que obtiveram a maior pontuação de cada região, receberão também uma viagem à Guatemala ou Costa Rica para conhecer novas técnicas de manejo no café de qualidade.
O melhor café de Minas é da Região do Cerrado Mineiro
Sempre presente nos principais concursos de qualidade de café, a Fazenda Dona Nenem, localizada no município de Presidente Olegário, do cooperado Eduardo Pinheiro Campos, produziu o melhor café do concurso e levou para casa o título mais alto da premiação, acompanhado do primeiro lugar na categoria Natural da Região do Cerrado Mineiro.
 
“Fomos agraciados com mais esta premiação para fecharmos o ano com um saldo extremamente positivo, pois no VI Prêmio da Região do Cerrado Mineiro ficamos em terceiro lugar na categoria Cereja Descascado, no entanto, são amostras diferentes enviadas para cada disputa. Dessa vez, no concurso da Emater, fomos os campeões na categoria geral e na categoria Natural, Me sinto muito envaidecido e satisfeito com este prêmio, pois ele representa todo o Estado, sendo mais difícil de ganhar, tendo em vista a abrangência e o número de amostras enviadas. Toda a equipe da fazenda envolvida com a qualidade presenciou a entrega e ficamos muito felizes por mais esta conquista. Foi uma surpresa muito agradável. A turma está aprendendo muito e vamos continuar investindo em qualidade”, afirma Campos.
 
Cooperados campeões

Além de Eduardo Pinheiro Campos, mais cooperados se destacaram nesta premiação. O cafeicultor Flávio Ruiz Pequini ficou com o segundo lugar na categoria Natural. Na categoria Cereja Descascado, os cooperados Luiz e Jeferson Junior Rossi alcançaram a terceira colocação, ficando as duas primeiras colocações para Versi e Wagner Ferrero, em segundo e primeiro lugar respectivamente.
 
“Fazer café de qualidade exige dedicação, persistência e paixão, e, todos estes ingredientes têm sido demonstrados com frequência e de maneira exemplar pelos nossos cooperados que investem neste diferencial, elevando o nome da Região do Cerrado Mineiro e da Expocaccer em cada premiação conquistada. Parabenizamos todos pelos excelentes resultados desta safra e desejamos que a nossa cooperativa continue sendo uma parceira orientadora e incentivadora na produção de cafés de qualidade”, ressalta Ricardo Bartholo, presidente do Conselho de Administração.

 

Veja tambÉm: