Produção

Agricultura familiar produz mais de 90% do feijão e café em RR

A agricultura familiar é responsável por 99% da produção de feijão em Roraima

 

postado em 21/12/2016 | Há 3 meses

21 dez 2016 A agricultura familiar é responsável por 99% da produção de feijão em Roraima

Em Roraima, os estabelecimentos destinados à agricultura familiar representam 86% do número total de propriedades rurais. Além de gerar emprego e renda, o setor é responsável pela produção de 99% do feijão, 92% da mandioca e 93% do café em todo o estado. Os dados são do Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Um exemplo dessa força de trabalho é o agricultor familiar João Marins, de 64 anos, que mora no município de Iracema, a 82 quilômetros de Boa Vista. Ele conta que a vida da família mudou desde que teve acesso ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead).

Foi por meio do Pronaf que João conseguiu aumentar a produtividade e diversificar a produção, a partir de dois financiamentos que obteve em 2014 e 2015. “Com um investimento de R$ 85 mil, construí um curral e comecei a investir na bovinocultura. Depois, investi num kit de irrigação pra cultivar laranja, melancia, feijão e abóbora”, acrescenta.

Com variedade de produtos e auxílio da Ater, a expectativa de João para os próximos anos é recorrer ao Pronaf pela terceira vez, mas para isso aconteça ele está estudando uma proposta apresentada pela Seapa. “Desde que conheci o programa minha vida melhorou e do jeito que as coisas estão caminhando logo irei fazer um novo investimento”, afirma.

Pronaf e Ater

Coordenado pela Sead, o Pronaf beneficia agricultores familiares, assentados da reforma agrária e povos de comunidades tradicionais, que podem obter crédito de forma individual ou coletiva, com taxas de juros abaixo da inflação. Em 2015, 36 famílias de Roraima acessaram cerca de R$ 1,8 milhão do programa. Para a safra 2016/2017, o Governo Federal disponibiliza R$ 30 bilhões para financiamentos.

Junto com o Pronaf, o agricultor familiar pode contar com os serviços de assistência técnica e extensão rural (Ater) prestados pelo Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural (DATER), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Roraima (Seapa).

O diretor do DATER, Eliézer de Souza Campos, relata que o apoio técnico é essencial para o desenvolvimento econômico dos agricultores. “Hoje já atendemos mais de 15 mil produtores da agricultura familiar nas mais diversas áreas, da pecuária de corte e leite, fruticultura, piscicultura, mandiocultura e outros”, informa.
Outras informações do Pronaf você encontra aqui

Victor Michel
Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário
Assessoria de Comunicação

Ascom Sead

Fonte : MDA

 

Veja tambÉm: