Mais Café

Museu do Café apresenta vitral e mobiliário do Salão do Pregão após obras de restauro

Peças do acervo, que passaram por restauração que durou seis meses, reintegram o ponto mais nobre do edifício da Bolsa Oficial de Café

 

postado em 27/06/2016 | Há 1 ano

No próximo dia 8 de julho, o Museu do Café, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, realiza a entrega pública do vitral de autoria de Benedicto Calixto e do mobiliário que compõe o Salão do Pregão, após o tratamento técnico e restauro realizado por especialistas. A solenidade acontece a partir das 18h, no Museu, com presença confirmada dos conselheiros do Instituto de Preservação e Difusão da História do Café e da Imigração (INCI) – entidade gestora do equipamento cultural –, representantes do Ministério Público do Estado de São Paulo e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).
 
O restauro foi viabilizado após a assinatura de um Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta (TCAC) entre o INCI, Ministério Público e a Ecoporto. O Museu do Café recebeu R$ 3,13 milhões para serem utilizados na restauração do acervo do Salão do Pregão, além de instalação do sistema de controle ambiental da área expositiva e também para a produção de uma publicação dedicada ao tema “Café, ferrovia e porto”.
 
No início de dezembro de 2015, o mobiliário e o vitral A epopeia dos Bandeirantes foram totalmente desmontados e retirados para restauro, sendo destinados a ateliês de restauradores especialistas nessa tipologia de acervo (Estúdio Sarasá Conservação e Restauração e Julio Moraes Conservação e Restauro). Fora de seu local de origem, as peças passaram por processos de documentação, remoção de intervenções anteriores realizadas de forma inadequada, limpeza, recolocação e adesão das partes soltas ou faltantes, imunizações preventivas e acabamentos finais. Todo esse processo levou cerca de seis meses e, após o término, as peças retornaram e foram reinstaladas pelos técnicos para novamente serem expostas aos visitantes.
 
De acordo com Marília Bonas, diretora executiva do Museu do Café, “o restauro do conjunto do mobiliário e vitral da Bolsa Oficial de Café é motivo de comemoração para a equipe do Museu, que deu início ao projeto de salvaguarda dos acervos da edificação, em 2011, com a recuperação das telas de Benedicto Calixto. Apresentar o resultado deste trabalho ao público, realizado pelos maiores especialistas na área, é uma maneira de valorizar a fundamental contribuição dos museus na preservação da história e memória do patrimônio do estado de São Paulo. ”

II Festival Santos Café 2016 – Junto da entrega pública das peças de acervo restauradas do Museu do Café, também acontece a inauguração do II Festival Santos Café 2016, evento realizado pela Prefeitura de Santos, por meio da Secretaria de Turismo do Município, e co-realizado pelo Museu, que relembra a história do grão que mudou o destino da cidade e a economia do país. Serão várias atividades culturais, gastronômicas, lúdicas, interativas e de lazer realizadas no Centro Histórico de Santos. A programação, gratuita e voltada para todas as idades, acontece em diferentes locais da cidade.
 
O mobiliário e o vitral A epopeia dos Bandeirantes, do pintor paulista Benedicto Calixto, podem ser conferidos no Museu do Café, que fica à rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico de Santos. Seu horário de funcionamento é de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos entre 10h e 17h. Os ingressos para visitação às exposições custam R$ 6, e estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. Aos sábados, a visitação é gratuita. Já a Cafeteria do Museu funciona de segunda a sábado das 9h às 18h, e aos domingos entre 10h e 18h. Outras informações estão disponíveis no site www.museudocafe.org.br.
 

Veja tambÉm: