Consumo

Estudantes do Centro de Inteligência em Mercados (CIM) participam de Curso de Barista

Esses estudantes desenvolvem estudos sobre tendências de mercado, comportamento do consumidor e aspectos econômicos relacionados a cultura.

 

postado em 20/04/2016 | Há 11 meses

Texto e Fotos: Vanessa Trevisan (ASCOM InovaCafé)

Estudantes do Centro de Inteligência em Mercados (CIM) participam de Curso de Barista

Estudantes que atuam com pesquisas voltados ao café no Centro de Inteligência em Mercados (CIM) da UFLA participaram nessa semana do Curso de Barista promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Minas Gerais (Senar-MG) em parceria com Agência de Inovação do Café (InovaCafé) e Sindicatos Rurais.

Ao oferecer o curso damos a oportunidade para que eles conheçam profundamente os métodos de preparo da bebida, o que é um café de boa qualidade e como ele deve ser preparo e servido, assim eles estarão compreendendo melhor o cenário que atuam, explica a barista e gestora em inovação do café, Helga Andrade.

“Foi muito importante entender sobre os tipos de café e as suas características, ao adquirir conhecimento conseguimos classificar a bebida de acordo com a sua qualidade. Eu ainda não havia consumido um café de qualidade, e ao participar do curso eu tenho a sensação de que vou consumir a bebida da melhor forma possível” explica o estudante do curso de engenharia de materiais e analista de tendências internacionais de café na área de cafeterias do projeto Bureau de Inteligência Competitiva do Café, Lucas Pereira.

O Coordenador do Bureau de Inteligência Competitiva do Café, doutorando em administração pela Universidade Federal de Lavras, Eduardo Cesar, acredita que ao oferecer essa oportunidade aos alunos, valorizamos e qualificamos esses estudantes para que a sua atuação seja mais ativa possível, a maioria deles nunca tiveram experiência com o café, acreditamos que essa qualificação vai contribuir com uma atuação mais dinâmica eficaz.

“Além de ter conhecimento sobre o funcionamento da cadeia produtiva do café e sobre o preparo da bebida, essa foi uma experiência muito válida pelo fato de estar interagindo com uma outra área além da tecnologia, através da minha participação posso apresentar novas ideias relacionadas a produção de aplicativos e softwares para a degustação de café e preparo da bebida”, ressaltou o coordenador do projeto CIM Tech, Álvaro dos Reis Cozadi, estudante de Sistemas da Informação da UFLA.

 

Veja tambÉm: