Curiosidades

Quem são o Classificador e o Degustador de café

 

postado em 30/12/2015 | Há 1 ano


Profissional que dentro de suas funções técnicas especializadas, são capazes através dos sentidos: audição, visão, tato, olfato e gosto, de determinar a classificação da matéria prima e a qualidade da bebida do café que está sendo colocado no mercado para uso do consumidor brasileiro. É um trabalho de arte que requer muito talento, concentração e decisão no veredicto.

Esse profissional tem que ter um amplo conhecimento em todas as cadeias do agronegócio-café.
Na área de produção ele presta assistência técnica ao cafeicultor com relação a colheita, a secagem, a armazenagem e a qualidade do café, através de laudos com pareceres técnicos, orientando ao produtor como evitar os defeitos de natureza intrínsecas, extrínsecas e sempre buscando a melhoria de qualidade do café.

Na área de comercialização esse profissional é o responsável técnico da empresa de exportação, que procura no mercado interno cafés para atender as exigências do importador com todas as características de qualidade, como seja, espécie, tipo, bebida, cor, aspecto, seca, umidade, percentual de defeitos e de peneiras. Ele forma stock-lot de qualidade, para atender aos padrões exigidos pelo importador. É um trabalho de grande responsabilidade e bem valorizado financeiramente.

Na área de corretagem ele atua na compra do café diretamente com o produtor e na venda com o industrial. Ele tem que ter um amplo conhecimento da cotação do mercado cafeeiro, acompanhando no dia a dia, essas cotações para comprar ou vender na hora certa, sempre buscando a lucratividade na negociação.

Na área de industrialização ele presta assistência técnica, orientando o industrial com relação ao recebimento da matéria prima, estocagem no armazém da indústria, ponto de torra e moagem ideal, empacotamento, confecção de blends do café nos padrões tradicional, superior e gourmet e elaboração de laudos do café comercial torrado e moído, com os respectivos pareceres técnicos.

Esse profissional atua também na indústria de café solúvel confeccionando blends e avaliando a qualidade do produto final e na Bolsa de Mercadorias do Futuro – BMF, conferindo a qualidade dos cafés negociados em contratos.

Na área de preparação de café esse profissional é quem orienta ao Barista ou ao dono de cafeteria sobre a qualidade do blend ideal para ser utilizado na máquina, como também o ponto de torra e moagem adequado para extrair um excelente café expresso.

O classificador e degustador de café atuam também como juízes, em concursos de cafés especiais da mais alta qualidade.

Além disso, ele poderá trabalhar como professor dessa especialização, desde que esteja bem capacitado e devidamente registrado e autorizado pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento – MAPA, para esse fim.

Portanto é bem vasta a área de atuação desse profissional no mercado de trabalho, entretanto, essa profissão ainda não foi regulamentada pelo governo, constando apenas na listagem de Classificação Brasileira de Ocupações – CBO, do Ministério do Trabalho. É por isso que tem muitas pessoas atuando no ramo, sem o devido registro oficial.

A pessoa que deseja ingressar na profissão de Classificador e Degustador de Café, o governo exige que tenha o nível técnico ou superior e se quiser obter registro oficial da profissão, deverá comprovar que é Técnico Agrícola ou Engenheiro Agrônomo e participar do curso técnico especializado, com 360 horas de treinamento, se possível participar de estágio junto a uma empresa de corretagem, exportação ou uma indústria de torrefação e moagem ou de café solúvel, para se tornar bastante capaz para exercer essa profissão.

O mercado é promissor e a pessoa que quiser ingressar nessa profissão, tem que ter aptidão, ser perseverante e muito dedicado ao trabalho.

Por: Alaerte Telles Barbosa
Alaerte Telles Barbosa é classificador e degustador de café, exerce essa profissão à 46 anos, sendo 30 anos dedicados ao Instituto Brasileiro do Café-IBC, 8 anos de trabalho na Abic e 8 anos de trabalho na empresa Grão Mestre Café, como professor do Curso de Classificação e Degustação de Café e Consultor Técnico de Café.

Fonte: http://www.sindicafe.com.br/ler_texto.php?id=8

 

Veja tambÉm: