Mais Café

SINCAL – 41º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA

 

postado em 15/11/2015 | Há 1 ano

O referido Congresso realizado, em Poços de Caldas, ente os dias 27 a 30 de outubro passado, no Hotel Fazenda Poços de Caldas, foi marcado pela presença de técnicos, cafeicultores, empresas de insumos, imprensa e outros. Estiveram representantes de todas as regiões cafeeiras. O Congresso transcorreu em um clima de extrema positividade e muito bem organizado. Os trabalhos apresentados trouxeram visões resolutivas e novidades à cafeicultura. Os temas abordados foram os mais diversos possíveis, mas, com ênfase aos novos cultivares desenvolvidos por diversas instituições de pesquisas, mas, fundamentalmente aquelas do PROCAFÉ de Varginha. Esses novos cultivares, de alta produtividade e fugindo do convencionalismo dos antigos cafés cultivados intensamente até então. Foi um verdadeiro show técnico esse tema abordado.

Ficamos durante todos os dias colhendo as informações no plenário, mas, também mantendo relações interpessoais com técnicos das mais distintas regiões e, concluímos que a cafeicultura encontra-se em estado de alerta pelos 3 anos, praticamente, sofrida pelas secas que assolaram as principais regiões. O Parque cafeeiro encontra-se, em grande parte, enfraquecido pela seca e das deficientes técnicas culturais.

Fico abismado quando constatamos essas previsões de safra sem o mínimo critério técnico com o único intuito de derrubar os preços. Onde estavam os representantes desses grandes traders? Porque não nos encaram de forma aberta e verdadeira? É lógico que não farão, pois, preferem emitirem previsões esdrúxulas sem nenhum critério técnico e levantamento de campo.
Esses contatos interpessoais, com esse público de regiões distintas e, com nossa vivencia na cafeicultura, embasa mais nossos argumentos em prol dos cafeicultores.

O Congresso Brasileiro de Pesquisa Cafeeira, conduzido pelo Dr. José Braz Matiello, um baluarte e nosso líder, nos rejuvenesce tecnicamente. Dá-nos prazer e contentamento de conviver com o Matiello, homem de garra, luta e perseverança. Que Deus continue prestigiando o Matiello com saúde para continuar por muitos anos a fio nos dando exemplo e, elevando a cafeicultura para os patamares técnicos de um nível incomparável. O Matiello ainda nos contempla com a presença de sua nobre esposa e seu filho, Drº Marcelo Matiello, que é médico nos Estados Unidos e compareceu especialmente para prestigiar o seu querido progenitor e os demais presentes.

O Procafé, instituição, praticamente, única voltada ao café é uma organização que tem uma marca de destaque absoluto, liderado pelo Dr. José Edgard Pinto Paiva um líder na nossa cafeicultura. Logicamente, não é possível mencionar o nome de todos envolvidos no contexto da organização e participação técnica do Congresso. Desculpem aos demais colegas por não os referenciarem nesse nosso narrativo, mas vão a todos nossos cumprimentos.

O Congresso entrelaça as mais distintas entidades, com opção de apresentação de trabalhos de pesquisa.

Sabemos, perfeitamente que no Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras não é o Fórum próprio para tratarmos de assuntos envolvendo a política cafeeira, mas, mesmo assim deram oportunidade a SINCAL, por consideração, para pautarmos enfaticamente alguns pontos dos objetivos da entidade. Foi positivo, pois, criamos um clima de expectativa e narramos fatos que estão prejudicando a classe produtora e o publico ficou adentrado e a receptividade as informações foi comentado de forma generalizada.

“Enquanto a tecnologia, através dos Congressos Brasileiros de Pesquisa Cafeeira nos enobrece e, culturalmente nos enriquece, a política cafeeira para os cafeicultores nos entristecem e nos empobrecem”.

Armando Matielli – Presidente SINCAL |- Engenheiro Agrônomo, MBA na FVG / Cafeicultor em Guapé - MG
 

 

Veja tambÉm: