Curiosidades

'Pai' do café Conilon, Dário Martinelli morre aos 82 anos, no ES

 

postado em 04/09/2015 | Há 1 ano

Do G1 ES, com informações do Gazeta Online

03/09/2015

Ele sofria de problemas cardíacos e estava internado em São Paulo.
Martinelli foi um dos responsáveis pela introdução da cultura do conilon no ES.

O ex-deputado estadual e um dos principais responsáveis pela introdução da cultura do café conilon no Espírito Santo, Dário Martinelli, morreu no início da tarde desta quinta-feira (3), aos 82 anos. Ele sofria de problemas cardíacos e estava internado em um hospital, em São Paulo.

Dário Martinelli foi vereador de São Gabriel da Palha e compôs a primeira Câmara Municipal, na qual foi presidente em 1967. Ele também foi prefeito em dois mandatos: o primeiro de 1971 a 1973, e o segundo de 1977 a 1983. Em sua carreira política, ele ainda foi deputado estadual em 1989.

Além dessa trajetória, Martinelli foi um dos pioneiros na produção e expansão do café conilon capixaba, em 1970, depois da erradicação da cultura no estado.

Visionário, ele e outros cafeicultores da época conseguiram adquirir as mudas e as reproduziram em viveiros de São Gabriel da Palha. O ex-deputado também foi presidente da Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de São Gabriel (Cooabriel).

Velório
O corpo de Dário Martinelli será velado nesta sexta-feira (4) a partir das 13h, no plenário da Câmara Municipal de São Gabriel da Palha. A assessoria da prefeitura informou que o enterro está previsto para acontecer no sábado (5), às 10h.

O corpo será acompanhado por um cortejo do Corpo de Bombeiros e do Exército. O prefeito Henrique Vargas (PRP) decretou luto oficial de três dias.

Ainda segundo a assessoria da prefeitura, a notícia comoveu os gabrielenses. Antes mesmo da chegada do corpo na cidade, várias coroas de flores já haviam sido encaminhadas à Câmara.

* Com informações de Lara Rosado, do Gazeta Online

 

Veja tambÉm: