Tecnologias

Lançamentos sustentáveis prometem economia na colheita de café em MG

 

postado em 20/03/2015 | Há 2 anos

Lançamentos sustentáveis prometem economia na colheita de café em MG
Derriçadeiras lançadas na Femagri podem trazer benefícios aos produtores.
Equipamento movido à bateria e outro com 2 velocidades são novidades.
Com expectativa de receber pelo menos 25 mil visitantes durante três dias, a Feira de Máquinas, Insumos e Implementos Agrícolas (Femagri), que teve início nesta quarta-feira (18) em Guaxupé (MG) traz novidades para o setor na região. Inspiradas nas necessidades dos produtores rurais, duas derriçadeiras – maquinário específico para retirar os grãos de café dos pés - foram lançadas com exclusividade. Segundo os fabricantes, o objetivo é estimular a economia e a sustentabilidade na hora da colheita do café e vai ao encontro do tema proposto pelo evento: Viabilizando o futuro da cafeicultura sustentável”.

saiba mais
 
Veja fotos da FemagriRealizada pela Cooperativa Regional de Cafeicultores de Guaxupé (Cooxupé), a feira reúne neste ano cerca de 100 expositores e produtores de café e a expectativa é movimentar cerca de R$ 60 milhões no município. Além das novidades tecnológicas, o espaço conta com uma Fazendinha, que dá orientações sobre agricultura sustentável, espaço de beleza, espaço para crianças e espaço gourmet, com orientações de receitas.

A primeira novidade é a derriçadeira elétrica, movida à bateria e sem necessidade de combustível.  Lançamento na Femagri 2015, neste formato, o produto foi pensado e criado em 2014 para ser apresentado em 2015. Segundo o responsável pela empresa fabricante, Victor Sterzik, a derriçadeira traz impactos diretos na sustentabilidade e também na economia.


Novas derriçadeiras de café estão entre novidades de feira em Guaxupé (Foto: Jéssica Balbino / G1)“É um equipamento que funciona sem emitir gás, dispensa os Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) e também não faz ruído, além de não precisar de manutenção”, destacou.
De acordo com ele, a máquina custa R$ 5 mil, mas proporciona uma economia mensal de R$ 500 para os produtores, que deixam de gastar com gasolina e manutenção. “Em apenas 10 meses o produto já se paga, ou seja, o produtor rural gasta apenas uma safra de café para repor o investimento na derriçadeira”, comentou.

Os visitantes da feira aprovaram a novidade. “Eu achei super interessante, especialmente pelo fato de ser ecologicamente correta. Agora, preciso avaliar o custo benefício,  mas imagino que possa ser um futuro investimento”, disse o produtor Agnaldo Dias Stanz, de Nova Resende (MG).


Equipamentos 'sustentáveis' são novidades de
feira agropecuária em Guaxupé (Foto: Jéssica
Balbino / G1)Já a segunda, com duas velocidades e ‘dedos’ maiores, sai por apenas R$ 705 e segundo o fabricante, pode ser usada em até 10 mil pés de café. A vantagem é que o equipamento possui duas velocidades diferentes e o próprio operador pode fazer a mudança. A derriçadeiras opera à gasolina.

“Essa ideia veio, na verdade, da necessidade dos produtores. Durante uma conversa, um deles sugeriu que uma derriçadeiras com duas velocidades e com o ‘dedo’ maior, poderia efetuar uma colheita melhor, então pensamos: por que não criar? E o lançamento foi feito aqui”, contou Evair Rojo.

Conforme anunciado por ele, o novo modelo possui um dedo com cinco centímetros a mais de comprimento, o que permite que ele chegue aos cafés que estão mais presos e agarrados aos pés, facilitando a colheita e evitando o desperdício. “Apenas um operador faz esse tipo de serviço, que equivale ao trabalho de pelo menos 7 pessoas. Trouxemos pouquíssimas unidades, mas esperamos vender bastante e as entregas serão feitas daqui a 40 dias”, acrescentou Rojo.

Serviço
Evento: Femagri – Feira de Máquinas, Implementos e Insumos Agrícolas.
Data: 18 a 20 de março de 2015
Horário: 8h às 18h
Local: Av. Vereador Nelson Elias, 1300b – Bairro Japy.
Entrada Franca / Estacionamento gratuito.

 

 

Veja tambÉm: