Mais Café

ENTREVISTA: Confira a entrevista com Armando Matielli - Presidente Sincal

 

postado em 28/09/2012 | Há 4 anos

Notícias Agricolas

Cerca de 40% dos grãos de café foram prejudicados pelo excesso de chuvas

Café: Em Guapé-MG, chuvas foram bem recebidas pelos produtores após tempo seco dos últimos meses. Qualidade do café está ruim neste ano. Cerca de 40% dos grãos estão prejudicados pelas chuvas em excesso de junho. Ainda assim, preços devem ser firmes pois estoques mundiais são baixos.

As chuvas na região de Guapé (MG) foram bem recebidas pelos produtores após o tempo seco dos últimos meses. Segundo o presidente do Sincal, Armando Matielli, nesse momento as chuvas foram providenciais.

“As chuvas foram providenciais para as regiões cafeeiras, estamos em um período pré florada. E a qualidade do café está muito ruim, estamos conversando com as cooperativas, em uma média 60% está bebendo bem e 40% está bebendo mal, café está ruim”, explica Matielli.

Além disso, cerca de 40% dos grãos estão prejudicados pelo excesso de chuvas de junho. Já em relação às cotações, o presidente sinaliza que tanto o café de boa qualidade e o mais fraco terá bons preços, uma vez que os estoques mundiais são baixos.

“E também a safra brasileira desse ano mal vai dar para exportar e para beber no consumo interno, estamos perante a próxima safra que será baixa na bienalidade e por isso será menor”, afirmou o presidente.

Em decorrência da bienalidade, a expectativa é que a produção seja reduzida em torno de 20%, com isso os produtores irão colher entre 35 e 40 milhões de sacas de café. Ainda de acordo com o presidente isso é um fator positivo, já que os estoques são baixos o que pode ocasionar um aumento nos preços.

“Perspectiva é que os preços possam chegar a 2,50 centavos de dólar por libra peso. E na nossa região o café é comercializado entre R$ 380,00 e R$ 420,00. Já o grão certificado pode alcançar até R$ 440,00”, disse Matielli.

Fonte: Notícias Agrícolas // Kellen Severo/ Fernanda Custódio
 

Veja tambÉm: