Mercado

Idade média do produtor sobe, e sucessão na agricultura fica cada vez mais difícil

 

postado em 23/06/2012 | Há 5 anos

Folha de São Paulo

O processo sucessório nas propriedades rurais fica cada vez mais complicado. Estudo de Walber Machado de Oliveira com base em propriedades rurais do sul/sudoeste de Minas Gerais indica que é determinante para o proprietário preparar um sucessor. O trabalho foca principalmente as fazendas de café da região.

A administração de uma fazenda de café é complexa porque lida com fatores imponderáves, como clima e oscilações nos preços do produto. O trabalho foi divulgado nos "Cadernos Universidade do Café" deste ano, da Fondazione Ernesto Illy.

Richard Jakubaszko e Fábio Lamônica Pereira, no livro "Meu Filho, um Dia Tudo Isso Será Teu", da Editora Universidade Federal de Viçosa, apontam que a idade média dos produtores rurais está aumentando.

Era de 42 anos em 1992, atingiu 47 anos em 2002 e hoje está acima de 50 anos.

O envelhecimento dos proprietários rurais e a falta de renovação no setor dificultam a introdução de novas tecnologias na agropecuária.

Um dos grandes problemas é que os filhos dos produtores vão para a cidade estudar, escolhem novas profissões e não voltam para o campo.

Um grande pecuarista se desfez do seu negócio porque, disse à Folha, tinha descendente, mas não sucessor.

Clique na imagem e veja o Livro "Meu Filho, um Dia Tudo Isso Será Teu",

Heranças e brigas em família

 

Veja tambÉm: