Mercado

Ministra da Costa Rica quer copiar agricultura familiar brasileira

O governo de Costa Rica pretende adquirir experiências do Brasil em agricultura familiar e intercambiar sua experiência em crédito de carbono

 

postado em 23/01/2012 | Há 6 anos

Em visita ao ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Afonso Florence, a ministra da Agricultura de Costa Rica, Gloria Abraham, que está em Brasília para participar do I Encontro Iberoamericano de Gestão Territorial, afirmou que quer levar para seu país a experiência bem-sucedida de comercialização dos produtos da agricultura familiar no Brasil.

Segundo ela, apenas 20% do feijão consumido em Costa Rica são produzidos pela agricultura familiar. Glória Abraham quer elevar esse percentual, utilizando como referência os modelos de políticas públicas adotados no Brasil pelo MDA, como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Gloria Abraham contou a Florence que, embora Costa Rica tenha uma estrutura fundiária equilibrada, ainda carece de políticas públicas na área de agricultura familiar. Ela informou que cerca 90% do café produzido em solo costarriquenho vem da agricultura familiar.

Afonso Florence apresentou à ministra de Costa Rica todos os programas desenvolvidos pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário referentes à agricultura familiar e destacou o Mais Alimentos. Florence explicou sobre o crédito subsidiado e citou como exemplo o fato de o MDA ter disponibilizado R$ 16 bilhões a 1% de juro ao ano para investimentos de até R$ 10 mil e 2% acima deste valor para os agricultores familiares.

 

Veja tambÉm: