Mercado

Saca de café especial é negociada a R$ 5,5 mil no Cup of Excellence

 

postado em 20/01/2012 | Há 6 anos

Atualmente, o produto convencional é comercializado por cerca de R$ 500
por Globo Rural On-line
 Shutterstock

O leilão internacional pela internet dos 25 lotes vencedores do 12º Concurso de Qualidade Cafés do Brasil - Cup of Excellence 2011, realizado nesta quarta-feira (18/1), arrecadou US$ 503.291,69. O destaque foi o lote de 22 sacas da Fazenda Rainha, vencedor do certame, que foi arrematado pelo valor de US$ 67.222,66 (US$ 23,10 por libra-peso). Isso corresponde a US$ 3.055,58 a saca de 60 quilos, ou perto de R$ 5.500,00 a saca, ao câmbio de R$ 1,76. 

A saca de café convencional é negociada atualmente por cerca de R$ 500,00. O produto foi comprado em conjunto pela japonesa Kyokuto Fadie Corporation, Time's Club for C-COOP, Coffee Libre e Tashiro Coffee Co. Ltd. Localizada em São Sebastião da Grama (SP), na mogiana paulista, a Fazenda Rainha é de propriedade do grupo Fazenda Sertãozinho Ltda, que desde 2006 tem a marca Café Orfeu para o mercado interno. 

"Fiquei muito satisfeito com o resultado do leilão. Vendemos a saca de café por U$ 3.055,58, ou seja, valor mais de 10 vezes superior ao da commodity no mercado", comemora José Renato Dias, diretor da Fazenda Rainha. 

A fazenda corresponde a uma área total de 1.091 hectares, 280 hectares dos quais destinados ao plantio de café das variedades bourbon amarelo, icatu, catuaí e mundo novo, em altitude média de 1.300 metros. 

A segunda maior cotação do pregão foi paga ao café da Fazenda Bonfim, em Piatã (BA), de Benyosef Rosa Soares, vice-campeão no evento. Seu lote, de 15 sacas, foi arrematado pelas empresas Saza Coffee, Ponpon Coffee e Maruyama Coffee, que pagaram US$ 1.732,81 (cerca de R$ 3.061,87) a saca, gerando um total de US$ 25.992,23 (R$ 45.928,27). 

O presidente da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA - Brazil Specialty Coffee Association), Luiz Paulo Dias Pereira Filho, vê com bons olhos o desempenho dos cafés especiais brasileiros no leilão do Cup of Excellence. "Na atual conjuntura de crise na economia mundial, especialmente no Hemisfério Norte, onde se localiza grande parte dos nossos principais compradores, o resultado do pregão desta quarta-feira foi excepcional, evidenciando a qualidade dos cafés brasileiros, muito bem aceitos e demandados por todas as partes do mundo, principalmente pelos países asiáticos, que foram maioria entre os compradores do leilão", destaca. 

O resultado completo do leilão pode ser conferido no site da BSCA. Clique aqui para acessar. 

 

Veja tambÉm: