Mercado

COTAÇÃO DO CAFÉ - N.Y. finalizaram a quinta-feira em queda, com a posição março variando entre a máxima de +0,45 p ontos e mínima de -3,00 fechando co

 

postado em 30/12/2011 | Há 5 anos

Infocafé de 29/12/11.     

 
MERCADO INTERNO
 
BOLSAS N.Y. E B.M.F.
Sul de Minas R$ 520,00 R$ 480,00  
Contrato N.Y.
Fechamento
Variação
Mogiano R$ 520,00 R$ 480,00 Março/2012 224,25 -2,50
Alta Paulista/Paranaense R$ 490,00 R$ 460,00 Maio/2012 227,05 -2,45
Cerrado R$ 530,00 R$ 490,00 Setembro/2012 231,35 -2,50
Bahiano R$ 490,00 R$ 460,00  
* Cafés de aspecto bom, com catação de 10% a 20%.
Contrato BMF
Fechamento
Variação
Cons Inter.600def. Duro R$ 370,00 R$ 350,00 Março/2012 303,90 -1,30
Cons Inter. 8cob. Duro R$ 390,00 R$ 375,00 Setembro/2012 289,65 -1,85
Dólar Comercial: R$ 1,8690 Dezembro/2012 289,15 -2,05

As operações em N.Y. finalizaram a quinta-feira em queda, com a posição março variando entre a máxima de +0,45 p ontos e mínima de -3,00 fechando com -2,50 pts. 

Núltimo pregão do mercado doméstico de câmbio, o dólar encerrou em queda  de 0,27%com volume reduzido de  negócios. No exterior, o euro ganhou força na segunda parte da sessão ante o dólar,  segundo analistasos fundamentos da moeda única europeia não justificam valorização acima de US$ 1,30.  Amanhã, dia 30, só haverá operações interbancárias para ajustes de caixa. No exterior, na primeira parte da sessão, o euro rumou para o nível mais baixo ante o dólar desde setembro de 2010 em meio a baixo volume de negócios, em face do último leilão de bônus da Itália do ano que teve um resultado modesto.  

partir de 1º de janeiro, as empresas que exportam ou compram café não torrado terão direito a  crédito presumido de PIS e Cofins. A Receita Federal regulamentou a Medida Provisória nº 545, de 29 de setembro de 2011, que, além do benefício, prevê a suspensão obrigatória da cobrança das contribuições sociais na cadeia produtiva da commodity.  Pela Instrução Normativa nº 1.223, publicada nesta segunda-feira, o crédito será de 0,925% sobre as receitas de exportação direta ou indireta do  café não torrado. O benefício  não vale para as empresas comerciais exportadores ou nos casos em que há mera revenda do café, ou seja, quando não há alteração física do produto.  

No mercado interno, o crédito presumido será de 7,4% sobre o valor da aquisição do café não torrado. “Aqui há a compra com suspensão de PIS e Cofins e a geração de crédito pela aquisição. O objetivo é incentivar a produção da commodity”, diz o tributarista Fabio Calcini, do  Brasil Salomão e Matthes Advocacia.  
Nos dois casos, o crédito presumido não utilizado em determinado mês poderá ser aproveitado nos meses seguintes. “A vantagem é que o crédito acumulado a cada trimestre poderá ser utilizado para compensação com outros tributos federais ou ressarcimento em dinheiro”, afirma Calcini.  De acordo com Leonardo Almeida, da ASPR Auditoria e Consultoria, o contribuinte deve estar atento à obrigação acessória de discriminar os tipos de crédito presumido na apuração dos tributos. (Valor Online).

 

Infocafé é um informativo diário, da Mellão Martini
 

Veja tambÉm: