Mercado

Café parece diminuir chance de morte por câncer de próstata

 

postado em 22/12/2011 | Há 6 anos

22/12/2011 - Nem sempre beber muito café faz bem, mas para os homens, tem um grande benefício: segundo um novo estudo, beber seis ou mais xícaras de café por dia pode reduzir o risco de câncer de próstata fatal em até 60%.

Os efeitos potencialmente benéficos do café têm recebido muita atenção nos últimos anos. O consumo de café já foi associado a um menor risco de diabetes tipo 2, mal de Parkinson e câncer de fígado, entre outras condições. Na semana passada, pesquisadores suecos relataram que as mulheres que bebiam pelo menos cinco xícaras por dia tinham um risco menor de desenvolver certo tipo agressivo de câncer de mama.

Cientistas já haviam explorado uma possível ligação entre o café e o câncer de próstata, mas os estudos feitos tiveram resultados mistos e eram pequenos. A nova pesquisa é a maior de seu tipo, envolvendo cerca de 48.000 homens.

A cada quatro anos, entre 1986 e 2006, os participantes relataram a quantidade de café consumida por dia. Durante o período de acompanhamento (que durou até 2008), 5.035 homens desenvolveram câncer de próstata.

Em 642 desses casos, o câncer foi considerado letal, o que significa que os tumores se propagaram e os homens morreram da doença. O consumo de café foi ligado a apenas um risco ligeiramente mais baixo de todos os cânceres de próstata, mas a mudança no risco foi pronunciada para o câncer letal.

Comparado com os homens que não bebiam café, aqueles que bebiam pelo menos seis xícaras por dia tinham um risco 60% mais baixo de ter câncer letal, e os que bebiam de uma a três xícaras por dia tinham um risco 30% mais baixo.

A diminuição do risco de câncer existiu independentemente dos homens beberem café descafeinado ou cafeinado, o que sugere que o benefício pode vir de uma propriedade do café que não a cafeína.

Segundo os pesquisadores, o café tem um monte de efeitos biológicos diferentes, e muitos deles parecem ser relacionados ao câncer de próstata.

O café é uma importante fonte de antioxidantes e também tem efeitos positivos no metabolismo da glicose e insulina (especialistas acreditam que a insulina desempenha um papel na progressão do câncer de próstata).

O café também parece influenciar os níveis de hormônios sexuais, como testosterona e outros, que têm um papel no câncer de próstata.

Os pesquisadores alertam, no entanto, que os resultados não provam que o café diretamente previne câncer de próstata agressivo. O estudo mostra apenas uma associação, embora seja uma relativamente forte, já que os pesquisadores foram capazes de levar em conta informações detalhadas sobre as dietas dos homens e outros fatores que podem afetar o risco de câncer de próstata, como histórico familiar, tabagismo, obesidade e atividade física.

Ainda assim, por enquanto, as descobertas não são convincentes o suficiente para os médicos recomendarem que os homens de meia-idade aumentem sua ingestão de café.

Fonte: Coffee Break

 

 

Veja tambÉm: