Mercado

Indonésia planeja ser o segundo maior produtor mundial de café em cinco anos

 

postado em 29/11/2011 | Há 6 anos

Reuters

28/11/2011

A Indonésia está agora lutando com uma queda na produção de café devido ao clima quente e úmido e fixou uma meta ambiciosa de ser o segundo maior produtor mundial dentro de cinco anos, disse um executivo da associação industrial do país. A Indonésia é o quarto maior produtor mundial de café, depois do Brasil, da Colômbia e do Vietnã, e o segundo maior produtor de café robusta, depois do Vietnã.
 
"Estamos otimistas de que em cinco anos a Indonésia será o segundo maior produtor de café do mundo, com uma produção de café de 1,3-1,4 milhões de toneladas", disse o vice-presidente da Associação de Exportadores e Indústrias de Café da Indonésia (AEKI), Pranoto Soenarto.
 
No ano de setembro de 2010 a agosto de 2011, a Indonésia produziu um volume estimado de 600.000 toneladas de grãos de café, disse ele, acrescentando que em 2011/2012, a produção aumentará para cerca de 650.000 toneladas.
 
No entanto, essa opinião difere da visão da indústria. Segundo o Instituto de Pesquisa de Café e Cacau da Indonésia, a produção de café do país poderá cair em 30%, para cerca de 400.000 toneladas em 2011, devido à falta de polinização depois das persistentes chuvas do ano passado. As condições de clima quente afetaram as colheitas no começo desse ano e resultaram em baixos estoques atuais, que está levando ao declínio nas exportações.
 
As colheitas em Sumatra, principal região produtora, normalmente começa em março ou abril, mas os rendimentos estão baixos à medida que os produtores têm colhido cerejas desde janeiro, após persistentes chuvas terem feito com que a estação de floração tenha começado mais cedo em alguns distritos. A próxima colheita deverá ser em dezembro ou janeiro, mas as chuvas recentes em Sumatra aumentaram os temores de outra colheita ruim. Atualmente, a colheita de café da Indonésia está no estágio de floração.
 
Para alcançar essas metas de produção de mais de 1 milhão de toneladas dentro dos próximos cinco anos, a Indonésia aumentará a produção de café desenvolvendo genéticas, de forma que a colheita melhore nas principais áreas produtoras do país, disse Soenarto. "Começamos a seleção genética do café a ser cultivado em duas áreas da ilha de Java", disse ele, acrescentando que isso poderá dobrar os rendimentos para 700 a 800 quilos por hectare por ano. Atualmente, as plantações de café da Indonésia totalizam 1,3 milhão de hectares, principalmente cultivados por pequenos produtores.

 

Veja tambÉm: