Mercado

Colheita de café do Vietnã avança, mas as vendas estão lentas

 

postado em 25/11/2011 | Há 6 anos

Reuters

25/11/2011

O Vietnã já colheu até 30% de sua colheita de café de 2011/2012, mas o comércio está lento, com os preços domésticos de acordo os futuros de Londres, enquanto os exportadores buscam preços de vendas acima das ofertas dos compradores estrangeiros, disseram comerciantes do país.
 
A demanda de compra permanece lenta, à medida que os compradores esperam que os preços caiam, quando a colheita chegar ao pico no próximo mês. "Os compradores ainda não estão dispostos a comprar agora", disse um exportador do país. "Os novos grãos não chegaram muito ainda, porque os dias de sol começaram somente há sete ou oito dias".
 
Os preços na província de Daklak ficaram em 38,2-38,4 milhões de dong (US$ 1.796,40-US$ 1.805,80) por tonelada, contra 37,8-38,5 milhões de dong (US$ 1.777,59-US$ 1.810,50) há uma semana. Daklak é a província de maior produção de café do Vietnã, produzindo um terço do total do país.
 
Dois comerciantes disseram que os produtores podem ter colhido de 25 a 30% da colheita de 2011/2012. "Cerca de 25-30% da colheita já foi feita, mas apenas das cerejas, enquanto os grãos que foram para processamento e estão agora prontos para serem enviados representam 10-15% da colheita", disse um comerciante.
 
Os exportadores querem vender o café robusta de classificação 2, 5% de grãos pretos e quebrados com descontos de US$ 20-US$ 25 a tonelada para o contrato de março em Londres, que fechou em US$ 1.905 a tonelada. Isso significa US$ 1.880-US$ 1.885 por tonelada FOB.
 
Os compradores estão relutantes em comprar os grãos frescos agora, antecipando que os preços cairão em duas semanas, mas as ofertas indicativas estão no mesmo nível do contrato de janeiro de Londres, que fechou com baixa de US$ 9, em US$ 1.871 por tonelada.
 
As firmas comerciais estão buscando grãos para enviar à Indonésia, como no mês passado, mas os baixos estoques colocaram um teto nas vendas, mesmo com os compradores querendo pagar preços premium pelos grãos vietnamitas, disseram os comerciantes.
 
Os comerciantes previram que os envios de café de novembro aumentarão para 50.000-75.000 toneladas, de 30.000 toneladas estimadas em outubro. Considerando os estoques estreitos agora, mais da metade do volume enviado nesse mês seria de grãos da colheita anterior.
 
A colheita de café do Vietnã vai de outubro a setembro, começando com a colheita que normalmente termina no final de janeiro.
 
A produção em 2011/2012 aumentaria 13,5% com relação à safra anterior, para 21 milhões de sacas.

 

Veja tambÉm: