Mercado

OIC espera oferta apertada de arábica no ciclo 2011/12

 

postado em 25/11/2011 | Há 5 anos

24/11/2011

Filipe Domingues | Agência Estado

A oferta apertada de café arábica de qualidade vai caracterizar o mercado durante o ano-safra 2011/12, afirmou hoje o presidente da Organização Internacional do Café (OIC), José Sette. Segundo ele, a principal razão para a oferta apertada neste ano-safra é a queda da produção em países produtores de arábica, especialmente na América Central.
 
Em sua primeira estimativa para a produção de café 2011/12, o grupo intergovernamental informou nesta semana que Vietnã, Colômbia e Indonésia podem produzir 18,5 milhões de sacas de 60 kg, 9,2 milhões de sacas e 6,67 milhões de sacas, respectivamente. "Sobre as estimativas iniciais, gastamos mais tempo deliberando sobre estimativas da Colômbia e da América Central por causa das chuvas recentes", comentou.
 
Sette lembrou que, nos últimos três anos, a Colômbia enfrentou dificuldades nas safras, mas participantes do mercado pensaram que a América Central fosse compensar a redução, o que não ocorreu. No Brasil, chuvas recentes ajudaram a amenizar preocupações com danos na próxima safra. "Isso não quer dizer, no entanto, que não houve danos causados pela falta de chuvas."
 
O indicador composto de preço médio da OIC caiu 9% em outubro, para 193,60 cents/lb, marcando o início do ano-safra 2011/12, ante 213,04 cents/lb em setembro. Esta é a menor média mensal registrada neste ano. A OIC avalia que os negócios no mês de outubro foram marcados por um aumento da volatilidade de preços, especialmente no caso do arábica.
 
Sobre os fundamentos, o clima adverso atingiu os países exportadores de café, especialmente na Ásia e na América Latina, onde chuvas pesadas devem afetar as atividades realizadas após a colheita.
 
Para o café robusta, o mercado não está tão apertado, de acordo com a OIC. "O robusta está mais bem abastecido do que o arábica e também há estoques abundantes. O mercado está muito bem abastecido", completou Sette. As informações são da Dow Jones.

 

Veja tambÉm: