Mercado

BASF apresenta soluções para o café em Poços de Caldas no 37º Congresso Nacional de Pesquisas Cafeeiras

 

postado em 28/10/2011 | Há 6 anos

Sistema AgCelence Café faz parte do pacote tecnológico oferecido pela BASF para a cultura.

Participante há mais de quinze anos do Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras, a BASF apresentará várias soluções no evento de 2011, dedicado ao cultivo do café. A 37ª edição de um dos principais encontros da cadeia, que reúne cerca de cinco mil pessoas entre pesquisadores, cafeicultores e consultores, acontece em Poços de Caldas (MG).

Entre os dias 1ºe 04 de novembro será discutido, sob o tema “Mais tecnologia, mais café”, o uso racional de novas tecnologias para aumentar a produtividade e reduzir custos, assegurando maior renda ao agricultor. “O Congresso possibilita a realização de negócios e favorece o debate entre especialistas acerca dos avanços tecnológicos no manejo de café, especialmente no que se refere ao aumento de produtividade”, comenta o gerente de Marketing Cultivos: Café, Daniel Vieira.

Na esteira do sucesso alcançado pelo Sistema AgCelence Soja de Produtividade Top, a BASF estendeu o modelo de manejo integrado para outras culturas. Dessa forma, será apresentado no evento o Sistema AgCelence Café, composto pelo uso integrado e sequencial de três fungicidas, com objetivos distintos. Os procedimentos do programa têm início logo após a colheita dos frutos, quando aparecerem os primeiros sinais de doença. A aplicação do fungicida Cantus, ajuda a garantir, nesta etapa, a proteção das folhas e ramos.

Já nos períodos de pré e pós florada são utilizados os fungicidas Cantus® e Comet®. “Nesta fase é importante aumentar a proteção das flores e pegamento dos frutos”, explica Vieira. A última etapa é com relação à saúde dos frutos e folhas utilizando o consagrado fungicida Opera® que proporcionará, além do controle fitossanitário, maior quantidade de grãos cereja. “Os principaisl benefícios nesta fase são a uniformidade na maturação e quantidade maior de grãos cereja”, finaliza Vieira.

Além dos produtos, a BASF também terá em seu estande uma estação Digilab. O serviço auxilia o agricultor na identificação rápida e eficaz dos sintomas das principais doenças em diferentes culturas. O Digilab utiliza um microscópio digital que captura a imagem, aumentando-a em até 200 vezes. A biblioteca virtual de saúde vegetal permite a consulta e comparação das imagens capturadas, além de contar com o suporte técnico de pesquisadores que fazem parte da comunidade Top Ciência por meio de chats e fóruns de discussão.

37º Congresso Nacional de Pesquisas Cafeeiras, de 1º a 04 de novembro de 2011, das 9h às 17h, no Espaço Cultural da URCA, Praça Getúlio Vargas, s/n – Poços de Caldas/MG www.maiscafe.com.br

 

Veja tambÉm: