Mercado

México vive colapso na produção de café por falta de apoio

 

postado em 25/10/2011 | Há 5 anos

25/10/2011

Por falta de apoio governamental e renovação dos cafezais, a colheita de café para o próximo ciclo terá uma queda alarmante de pelo menos 30%, advertiu a Fundação de Camponeses Unidos pelo México (Focumex).
 
De acordo com o presidente da organização, Nicolás Cortés Cruz, diante da co-responsabilidade dos governos federal e estatal, para esse novo ciclo se espera uma produção máxima de 70%. "De 100% que se deu na última colheita, nessa colheita somente se chegará ao máximo de 70%, não há café na região, porque não houve apoio".
 
Ele disse que a dependência federal tem maior grau de responsabilidade ao não entregar em tempo e forma os recursos do programa Fomento Produtivo ao Café, o que tem atrasado a renovação dos cafezais. Além disso, ele acusou a dependência federal de politizar os recursos que são dirigidos aos cafeeiros e ao setor agrícola mexicano. "O Governo federal, em vez de apoiar o campo, a única coisa que está fazendo é sustentar os recursos da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento Rural, Pesca e Alimentação (Sagarpa) em todos os projetos, para depois aplicá-los em momentos políticos".
 
Cortés Cruz disse que a Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário, Rural, Florestal e Pesca (Sedarpa) tinha se comprometido a entregar fertilizantes para os cafezais, mas até o momento não entregou nada.
 
Ele disse que, diante disso, haverá uma redução de quase 30% na produção de café. Por essa razão, demandou recursos emergentes aos produtores para mitigar os efeitos negativos que terá na próxima colheita de café na zona central do Estado. A reportagem é do El Sol de Córdoba, traduzida pela Equipe CaféPoint.
 

Veja tambÉm: