Mercado

Dólar comercial fecha em queda de 1,47%, vendido a R$ 1,754

 

postado em 25/10/2011 | Há 6 anos

UOL Economia
24/10/2011
Com informações de Reuters
 
O dólar comercial registrou desvalorização nesta segunda-feira (24), com o noticiário internacional favorecendo ativos considerados de maior risco, em meio a perspectivas positivas no combate à crise de dívida na zona do euro.
 
A moeda norte-americana fechou em baixa de 1,47%, vendido a R$ 1,754.
 
Em outubro, o dólar já acumula baixa de 6,76% e no ano, alta de 5,31%.
 
Bolsas internacionais – As Bolsas europeias fecharam em alta, movidas por dados da economia chinesa, que ajudaram a compensar as preocupações com a crise das dívidas da região após a falta de um acordo na reunião de líderes europeus realizada no fim de semana.
 
Entre as principais Bolsas da região, o índice FTSE 100, de Londres, subiu 1,08%, para 5.548 pontos; em Paris, o CAC 40 ganhou 1,55%, para 3.220 pontos; e em Frankfurt, o DAX avançou 1,41%, para 6.055 pontos.
 
As Bolsas de Valores asiáticas dispararam, também animadas com os dados da China.
 
Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 1,9%. O índice de Seul encerrou em alta de 3,26%. O mercado disparou 4,14% em Hong Kong e a Bolsa de Taiwan avançou 2,97%, enquanto o índice referencial de Xangai ganhou 2,29%. Cingapura subiu 1,79% e Sydney fechou com valorização de 2,73%.
 
Mercado corta previsões de inflação em 2011 e 2012 – O mercado financeiro reduziu ligeiramente suas previsões para a inflação brasileira neste ano e no próximo, assim como os cenários para o crescimento econômico, mostrou o relatório Focus divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira.
 
O prognóstico para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2011 caiu de 6,52% na semana passada para 6,50%. Para 2012, ela recuou de 5,61% para 5,60%.
 

Veja tambÉm: