Mercado

COTAÇÃO DO CAFÉ - Mercado cafeeiro finalizaram a segunda-feira em campo positivo

 

postado em 27/09/2011 | Há 6 anos

Infocafé de 26/09/11.    

 
MERCADO INTERNO
 
BOLSAS N.Y. E B.M.F.
Sul de Minas R$ 530,00 R$ 500,00  
Contrato N.Y.
Fechamento
Variação
Mogiano R$ 530,00 R$ 500,00 Dezembro/2011 235,95 +4,50
Alta Paulista/Paranaense R$ 515,00 R$ 485,00 Março/2012 239,10 +4,50
Cerrado R$ 545,00 R$ 515,00 Maio/2012 240,30 +4,50
Bahiano R$ 515,00 R$ 485,00  
* Cafés de aspecto bom, com catação de 10% a 20%.
Contrato BMF
Fechamento
Variação
Cons Inter.600def. Duro R$ 350,00 R$ 295,00 Dezembro/2011 314,35 +7,55
Cons Inter. 8cob. Duro R$ 370,00 R$ 340,00 Março/2012 315,55 +7,55
Dólar Comercial: R$ 1,8330 Maio/2012 302,80 +7,20

As operações no mercado cafeeiro finalizaram a segunda-feira em campo positivo. Em NY a posição dezembro atingiu na máxima do dia + 9,05 pontos finalizando com + 4,05 pts. Compras de fundos e especuladores depois das perdas expressivas da semana passada impulsionaram as cotações.

Depois da trégua de sexta-feira, quando o dólar no balcão fechou em queda de 3,56%, hoje a moeda retornou para o campo positivo na maior parte da tarde, acompanhando o avanço do dólar ante o euro e o iene, porém, a alta não se sustentou e a moeda americana fechou, novamente, em queda perante o real. A continuidade das dúvidas sobre o default da Grécia dita o ritmo de aversão global. Internamente, o mercado se mantém na expectativa sobre o fim do IOF sobre derivativos cambiais. O dólar caiu 0,49%, cotado a R$ 1,8330. A avaliação é de que o governo deve voltar atrás na questão da cobrança do IOF sobre derivativos se a moeda dos EUA ficar acima de R$ 1,90. A volta do BC ao mercado (na semana passada a autoridade monetária realizou leilão de swap cambial pela prime ira vez desde 26/06/2009) deixou claro para o mercado que a apreciação da moeda no curto prazo é exagerada", disse o operador de uma corretora paulista. Do lado externo, os investidores se frustraram com a falta de conclusões práticas nos encontros do FMI, Banco Mundial e G-20 no fim de semana, e os mercados passaram a cogitar que o default na Grécia é inevitável. O próprio chefe do banco central do país, George Provopoulos, declarou que é necessário avançar imediatamente com as reformas e controlar a dívida do país, ou haverá consequências "dramáticas". Na manhã de hoje, no entanto, o Banco Central Europeu (BCE) sinalizou que está atuando no mercado, o que trouxe alivio aos negócios. Além disso, o mercado gostou da proposta dos EUA de alavancagem do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (EFSF), que poderia elevar os recursos para 2 trilhões de euros. No início da tarde, no entanto, o ministro de Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaeuble, afirmou que não existem planos para impulsionar o tamanho da EFSF, após surgirem rumores no mercado de que o fundo de resgate da zona do euro estava prestes a ser ampliado. Uma fonte da coalizão do governo informou que a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, pretende aprovar na quinta-feira a legislação que expande e modifica a Linha de Estabilidade Financeira Europeia, apesar de divergências internas.

O nome do novo diretor executivo da Organização Internacional do Café (OIC) deve ser definido entre hoje (26) e amanhã, durante a reunião anual da entidade, em Londres. Geralmente obtido por consenso, desta vez há disputa entre três candidatos, o que tende a prolongar o processo de escolha. Depois de quase dez anos fora da liderança da OIC, o Brasil pretende retomar o cargo que ocupou durante 40 anos, até 2002. Para isso, apresentou a candidatura de Robério Silva, diretor do Departamento do Café do Ministério da Agricultura. Também estão concorrendo Krishna Rau, da Índia, e Rodolfo Taubert, do México. O representante do Gabão, Christian Ngoua, retirou sua candidatura. Durante a manhã de hoje, os três fizeram apresentações para os participantes da entidade, com o objetivo de mostrarem suas propostas. Para vencer, o candidato precisará de maioria de 70% dos exportadores e também de 70% dos importadores de café representados na OIC. A expectativa é a de que o processo esteja encerrado até amanhã. A disputa pela liderança da OIC foi aberta em razão da saída do colombiano Nestor Osório, para representar seu país na Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York. Atualmente, o brasileiro José Sette é o diretor executivo interino.

Na noite da última sexta-feira (23) no salão de festas do bairro de Santa Luiza em Espírito Santo do Pinhal, foram divulgados os finalistas do 6º Concurso de Qualidade de Café do Bairro de Santa Luzia e Região - Safra 2011. O evento foi organizado pela "Associação dos Produtores de Cafés Especiais do Bairro de Santa Luzia e Região - ASPL", e tem por objetivo a seleção de três lotes de café preparados pelo processo natural (via seca) e três lotes de café cereja descascado (via úmida), para serem encaminhados ao 10º Concurso Estadual de Qualidade - Café de São Paulo - Prêmio Aldir Alves Teixeira - Safra 2011. Segue abaixo os finalistas em suas categorias:
 
Categoria Cereja Descascado:

1º -   Felipe Eduardo Moreau - Fazenda Rancho Grande - Pinhal.
2º -   Arnaldo Franco Moraes - Sítio São João - Pinhal
3º -   Guilherme C. Porto - Fazenda São João - Itapira


Categoria Natural:

1º -   Joaquim F. Monteiro - Fazenda Santana - S. A. do Jardim.
2º -   Humberto Pascuini - Sítio Recreio Nossa Sra. do Carmo - Pinhal.
3º -   Ronaldo Galvani - Galvani Agropecuária Ltda. - S. J. da Boa Vista.

 

Infocafé é um informativo diário, da Mellão Martini
 

Veja tambÉm: