Mercado

Boletim Semanal do Café - Café Arábica para o vencimento Setembro/11 fechou com 195 pontos de queda na semana

sexta-feira, 29 de julho de 2011

 

postado em 29/07/2011 | Há 6 anos

H.Commcor DTVM

O Café Arábica para o vencimento Setembro/11 fechou com 195 pontos de queda na semana trabalhando no range de 1.015 pontos, fazendo a mínima a 237,20 e a máxima a 247,35
encerrando cotado a 239,55, na sexta-feira, com 90 pontos de alta. Trabalhando em movimentos mistos, a cotação do café nesta semana, atuou sem grande volatilidade.

Iniciando em continuidade a alta da semana anterior, o grão logo quando encontrou sua primeira resistência de 245,00, ativando volumes de compras até a máxima da semana a 247,35, onde então se localizava a média móvel de 200 dias. Sem dar continuidade a tal movimento, vendas em escala pressionaram o grão nas sessões subseqüentes, quando ainda trabalhava com os temores da indecisão na política dos EUA quanto a quitação de seu debito federal. Devolvendo todo seu ganho, a commodity logo objetivou seu suporte de 240,00, e posteriormente a mínima anterior de 238,00, onde quebrado, registrou a mínima da semana a 237,20.

Com forte defesa de torrador, o café voltou a se apreciar, fechando a semana sem grande oscilação a 239,55. O volume de rolagem Sep/Dec representou certa de 20% do volume total, oscilando durante o dia entre -3,95 a -4,30. De acordo com a Cecafé, os embarques no mês de julho (de 01 a 28) somam 1.747.270 sacas, uma variação positiva de 23,6% em relação ao mesmo período do mês anterior.

As arbitragens tiveram uma semana de baixo volume de negócios efetuados, sendo estes: no U/U entre 3,50 abaixo a 1,00 acima; no U/Z entre 4,50 e 9,00 abaixo, e Z/H entre 7,50 e 12,00 abaixo.

O mercado futuro do café em Nova York fechou com leve baixa de 195 pontos base set11. O mercado confirmou a expectativa de novas baixas no curto prazo e voltou a ceder com grande volume de vendas de fundos e especuladores estabelecendo novas mínimas. Fechou abaixo das principais médias móveis e então poderemos ver mais um movimento em território negativo na próxima semana. Principais suportes em 237,20 cents e depois 235,00 cents e principais resistências em 241,20 cents e depois 245,00 cents base set11.

 

 

Veja tambÉm: