Mercado

Caindo como chumbo na água. Por Wagner Pimentel

 

postado em 24/07/2011 | Há 6 anos

O mercado de café fecha a semana dentro do alvo marcado no comentário da semana passada a 241,50 depois de fazer novo fundo em 238,00, que era outro alvo entre uma projeção de três pernas da ultima perna de baixa do mercado.

O mercado que já precificou a possibilidade de falta de café por o Brasil ter um ano de ciclo de baixa na produção algo normal na cafeicultura, parece pronto para precificar a safra vindoura.
Após o Brasil ter batido o recorde de exportação de café no ano safra fica claro que se o aumento de consumo foi normal houve sobra de matéria prima nos países compradores, o que hoje lhes dão a oportunidade de poder esperar dias melhores para reposição deste estoque.
O produtor em sua crendice que mercado possa haver um skeezy no mercado físico, o que seria inédito do café, pois nunca houve falta de café em faze nenhuma do mercado, mas sim um aperto de oferta em determinado tipo de qualidade de mercadoria, bom assim sendo não espere por milagre, porque o raio não cai duas vezes no mesmo lugar e ficar esperando café com preço acima e R$500,00 não seriam somente inconseqüentes, mas também imprudente.

Depois de décadas de depressão esperar por preços acima do que o mercado paga hoje em plena crise financeira não seria apenas acreditar em papai Noel, mas também em coelhinho da páscoa duendes e fadas azuis.

A realidade do produtor no seu dia a dia para trazer o café ate a mesa do consumidor é árdua, e difícil, para deixar passar a oportunidade.

Existe hoje negociação onde o produtor pega R$300,00 por saca de adiantamento par tentar vender café melhor no futuro, nesse adiantamento ele paga juro e deixa de receber juro no caso de vender o café hoje e procurar uma aplicação financeira, ou seja, o juro se torna dobrado, só um exemplo, se vender café hoje a R$430,00 reais e aplicar o dinheiro teria que vender acima de R$500,00 para fazer o mesmo dinheiro fora o stress, portanto deixar de vender café hoje nos preços que estamos para pegar dinheiro adiantado e pagar juro é mesmo que vender CPR e anos atrás quando café era $40,00 dólares por saco de 60 kg, um verdadeiro tiro no pé, suicídio chame do que quiser.

Eu da quinta geração cafeeira sei de uma coisa, produzimos para vender com o sonho de vender a preços altos, a preços honestos pelo nosso trabalho e deixar de fazer preço e esperar condição melhor do que a vivemos, posso lhes dizer estão ficando louco.

As noticias da macro economia não existe como estar pior, estão pagando cartão de credito com cheque especial, ou seja, estão remontando dividas e colocando juro em cima, a divida já é impagável e ainda prometem pagar com juro, alguém vai sair perdendo.

A semana fecha tecnicamente perto da mínima prometendo novas mínimas e abre alvo agora para 2,20 onde para mim vamos buscar 1,80 em Nova Iorque como alvo onde o mercado pode começar a refletir os estoques baixos e montar repique para 2,20. Estamos em tendência de baixa e não existe ninguém com juízo a fim de apostar, portanto esperem por uma correção forte, o que venho a muitos dias comentando neste espaço.

Vamos esperar as noticias dos remendos que irão fazer nas economias, porque as emendas propostas até agora são simplesmente remendos e nos prevenir.

Espero que os produtores deixem de acreditar em estórias da carochinha e entendam o que esta por acontecer e se previnam, pois um homem prevenido vale por muitos.

Boa semana a todos e bons

Wagner Pimentel
www.cafezinhocomamigos.blogspot.com

 

Veja tambÉm: