Curiosidades

Cafeicultor João Barata, pioneiro no cultivo do café na região Oeste da Bahia, é homenageado pela Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães

03/06/2011 04:48

 

postado em 03/06/2011 | Há 6 anos

Luiz Antônio Cansanção representou João Barata no evento

Por Glês Nascimento

A história de vida, a ousadia e a visão de futuro do cafeicultor João Barata, pioneiro no cultivo do café na região Oeste da Bahia, mereceram homenagem da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães nesta quinta-feira, 2, durante a  Bahia Farm Show. O prefeito Humberto Santa Cruz entregou uma salva de prata ao empresário e produtor rural Luiz Antônio Cansanção, que na ocasião representou o senhor João Barata. O homenageado não pode estar presente, porque está em Portugal, onde também receberá mérito do Governo Português, no próximo dia 7.

“O senhor João ficaria muito honrado com essa atitude da Prefeitura. Como produtor, ele difundiu a cafeicultura para toda a região”, disse Luiz Antônio.

João Barata, hoje com 92 anos, chegou por aqui aos 70, com o sonho de plantar café. Para o prefeito Humberto Santa Cruz reconhecer a importância dele para o agronegócio luiseduadense é uma maneira de agradecer tudo que o agricultor proporcionou ao município. “Senhor João Barata é um exemplo de vida, de alguém que acreditou no sonho e que, aos 70 anos, veio de outro país para nossa região com um desafio”, relembrou complementando: “se hoje temos produtores de café no nosso município e se temos cerca de 15 hectares do grão em Luís Eduardo, devemos isso à iniciativa de João Barata”.

João Lopes da Associação dos Produtores de Café da Bahia (Assocafé), compartilha da mesma opinião. Segundo ele, João Barata mostrou a região para o restante do Brasil, e por causa do sucesso de sua propriedade atraiu outros produtores. “Ele plantou uma semente que estamos cultivando”, destacou.

Como forma de reverenciar o cafeicultor, a Prefeitura de LEM reservou em seu estande um lugar especial, intitulado Espaço João Barata - onde os convidados são recepcionados com café e quitutes.

Entre as autoridades presentes na homenagem estavam: o presidente da Aiba, Walter Horita, o diretor da Abacafé, Antonio Guerreiro, o presidente da Câmara de Vereadores de LEM, vereador Cabo Carlos, o vice-presidente da Casa, vereador Ariston Aragão, o presidente do Sindicato Rural, Vanir Kolln, secretários municipais, empresários, produtores rurais, entre outros.

História – O português João Barata trouxe o primeiro cultivo comercial do café no Oeste baiano, em 1994. Ele coordenou a plantação à época, trazendo de Angola a experiência de produzir café irrigado, dando início ao novo ciclo do café na Bahia.

 

Veja tambÉm: