Mercado

Fundo duplo Por Wagner Pimentel

 

postado em 27/03/2011 | Há 7 anos

O mercado de café esta semana sinaliza começar uma recuperação nas cotações, faz o que chamamos de fundo duplo. Este fundo cravado na quinta feira ultima no valor de 260,55 mostrando que o suporte na casa de 260,00 realmente é importante e neste ponto o mercado volta a ter comprador.

O relatório da CFTC (Commodity Futures Trading Commission) como esperado manteve as posições dos fundos sem grandes alterações, onde os fundos permanecem comprados em mais de 27.000 contratos e os vendidos também mantém suas posições de vendidos em mais de 30.000 contratos, os contratos em aberto se mantêm também acima da casa de 121.000 contratos, também sem novidades.

O mais importante e que me chama a atenção, são os diferencias pagos pelos cafés suaves no mercado físico ainda com muito ágio e mostrando a grande dificuldade do mercado em repor seus estoques, alias já não existem mais estoques a indústria esta da Mao pra boca há muito tempo, estes ágios pagos para os cafés suaves chegam à cifra de $43,00 dólares por saca um valor extremamente alto, este ágio é calculado em cima das cotações da bolsa de mercadorias Ice, portanto o mercado cotado na bolsa que fechou na sexta feira em 268,60 cents de dólar por libra peso, o mercado chega a pagar $32,00 acima FOB o que representa o valor declarado acima, ou seja, a bolsa recuou, mas os preços do físico ficaram cotados no topo, pois 268,00 somado ao ágio de 32 cents por libra peso nos da o resultado de 296,00 o que representa o maior preço dos últimos tempos.

A crise que se iniciou nos EUA em 2.008 e desencadeou em desespero total nos mercados financeiros foi e ainda esta sendo contornada com a emissão de papel moeda, assim foi os EUA e também na EUROPA, mas para o nosso mercado de café o que se notou nessa crise que o consumidor de café não deixou de tomar café e pelo contrário o consumo de café continuou a subir na mesma razão que vinha aumentando antes à crise, aumentando há razão de 4% ao ano, um aumento de consumo global em especial no Brasil que será em breve além de maior produtor de café também o maior consumidor.

É este aumento de consumo que esta provocando o aumento de preço, pois a crise onde o produtor ainda esta passando, pois os preços hoje praticados pelo mercado 90% dos produtores ainda não recebeu, terá que ser duradoura para que haja um plantio de café suficiente para que se consiga um ponto de equilíbrio entre produção e consumo, ou seja, teremos preços ainda por algum tempo. Acreditasse que se não houver plantio em 2.015 o consumo será maior que a produção, bom da pra imaginar como ficará os preços se isto realmente acontecer.

O aumento de consumo na razão de 4% ao ano significa em números práticos um aumento de produção na casa de quatro milhões de sacas de 60 kg ano, para se conseguir acompanhar o consumo, ou seja, em 10 anos quase teremos que dobrar o parque cafeeiro brasileiro, pois sabemos que o aumento de consumo se da no café arábica de qualidade o café mais difícil de produzir, e o único país em condições de aumentar a produção é o Brasil, bom se querem qualidade terão que pagar por ela.

Segundo algumas fontes o cerrado mineiro onde se produz café sabidamente de muita qualidade poderia dobrar sua capacidade de produção o que representaria algo em torno de cinco milhões de sacas e o cerrado baiano poderia triplicar também sua produção o que representaria um aumento em torno de quatro milhões de sacas o que daria um total de nove milhões de sacas de café de 60 kg o aumento de produção o que seria suficiente apenas para um aumento de consumo de dois anos.

Falo do cerrado porque é uma região que trabalha com uma cafeicultura mecanizada onde a Mao de obra não seria um fator preponderante para o aumento de produção diferentemente das regiões montanhosas onde aí sim este fator tem que se levar em conta na hora de se aumentar o parque cafeeiro.

Esta semana a OIC se reúne em Londres e vamos aguardar este desfecho desta reunião para comentá-la, como a reunião que houve em Nova Orleans esta semana das grandes indústrias, onde o choro pelo preço do café era unânime, um verdadeiro choro de crocodilo, pois um saco de café torrado pela Nestlé e vendido em cápsulas como Nespresso chega para o consumidor no valor de R$22.000,00, o da Starbucks também não tem valor inferior a este e também os cafés da indústria Illy, ou seja, mesmo que o produtor receba o valor de R$500,00 reais a sacas, valor que ele ainda não recebeu me parece que ainda deve sobrar um lucro bruto na casa 20 vezes maior que o preço da matéria prima, me parece que deve ser suficiente para os famintos, mas como estavam ganhando algo nacas de 30 vezes o valor da matéria prima às indústrias resolveram se juntar e chorar juntos, que hipocrisia!!!

Tecnicamente o mercado esta com altíssima volatilidade e consolidado na casa de S270, 00, pois já são seis semanas fechando neste patamar com mínima de 254,15 e máxima de 296,65 cents de dólar por libra peso, apoiada em fundo duplo em 260,00.

O fechamento do contrato de maio na ICE o kck11 no dia vinte de abril, deveremos ter novamente um rali para se fechar as posições que estão abertas, pois sabendo que os vendidos possuem trinta mil contratos em aberto ou aproximadamente nove milhões de sacas para entregar até o final de maio, que é a posição vendida na bolsa, ou seja, vão ter que comprar toda a safra da Colômbia para entregar em um único mês e sabendo que não existe este café a disposição, me atrevo a julgar que terão como solução a recompra de suas posições de vendidos e rolar para ver se resolve isto no futuro, pois agora me parece insolúvel, e mesmo que tenha a mercadoria física disponível para se comprar, o que não tem, e quem em sã consciência iria comprar café no mercado físico para entregar na bolsa com prejuízo de $45,00 dólares por saca de café de 60 kg?Portando o preço do café na Ice o patamar de 270,00 cents de dólar por libra peso esta realmente uma pechincha.

Acredito que o mercado volte a subir e venha testar o ultimo topo de 296,65, rompe-lo e fazer novo topo projetado para $329,50 cents de dólar por libra peso em Nova Iorque e na Bmfbovesoa $434,00 dólares por saca.

Vamos aguardar os acontecimentos e nos posicionar para que o mercado nos leve junto.

Uma boa semana a todos boa negócios e que Deus os abençoe.

Wagner Pimentel
cafezinhocomamigos.blogspot.com

 

Veja tambÉm: