Mercado

Renda com a soja deve crescer em Mato Grosso

 

postado em 22/02/2011 | Há 6 anos

Só Notícias

POLÍTICA
22/02/2011 
  
 
O Valor Bruto da Produção (VBP) da soja em Mato Grosso deve crescer neste ano na comparação com o ano passado, segundo estimativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Se a projeção do governo se mantiver até o final deste ano, o resultado deverá ser 33,3% superior ao verificado em 2010, quando a renda obtida com essa cultura superou a casa dos R$ 11,1 bilhões.

O estudo do Mapa, realizado em janeiro, mostrou que o valor da produção da soja no Estado supera a casa dos R$ 14,8 bilhões. Ao todo, as cifras alcançam R$ 14, 877 bilhões sendo a maior dentre todas as culturas avaliadas no estudo. De acordo com o governo, o VBP é correspondente à renda dentro da propriedade e considera as plantações de soja, cana-de-açúcar, uva, amendoim, milho, café, arroz, algodão, banana, batata-inglesa, cebola, feijão, fumo, mandioca, pimenta-do-reino, trigo, tomate, cacau, laranja e mamona.

Em 2010 Mato Grosso viu o valor da produção da oleaginosa cair, ante o verifcado em 2009. Entre um ano e outro e na mesma base comparativa (mês de janeiro), a renda baixou quase R$ 3 bilhões. Em 2009 o VBP da soja foi de R$ 13,8 bilhões, oscilando, um ano depois, a R$ 11,1 bilhões. Os números são calculados com base na produção e nos preços praticados no mercado das 20 maiores lavouras do Brasil.

Quando observado o Valor Bruto da Produção geral em Mato Grosso, o Ministério da Agricultura estima crescimento na ordem de 55,4% superior ao ano passado. A previsão alcançar R$ 31,6 bilhões. Em 2010 foram mais de R$ 20,3 bilhões. O desempenho positivo previsto também resulta dos bons índices alcançados por outras culturas, como a do algodão. Somente para ela projeta-se crescimento de 133% no Valor Bruto da Produção em 2011, alcançando R$ 13,1 bilhões.

Centro-Oeste
Para o Oeste, do qual fazem parte os Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e o Distrito Federal, estima-se crescimento no Valor Bruto da Produção (VBP) nao rdem de 34,5%, alcançando R$ 48,7 bilhões.

 

 

Veja tambÉm: