Mercado

Governo da Colômbia chega a acordo com caminhoneiros para encerrar uma greve de 16 dias que afetou as exportações de café

 

postado em 21/02/2011 | Há 7 anos

O governo da Colômbia afirmou na última sexta-feira que alcançou um acordo com caminhoneiros para encerrar uma greve de 16 dias que afetou as exportações de café e levantou preocupações de uma alta da inflação, já que alimentos e outros produtos não foram entregues. O governo explicou que, como parte do acordo, os caminhoneiros concordaram em remover imediatamente os bloqueios na segunda-feira em avenidas de Bogotá e estradas que levam aos portos.

O ministério do Transporte afirmou em um comunicado que o acordo foi alcançado após quatro horas de negociações com a Associação dos Caminhoneiros Colombianos (ACC). \"Os líderes do ACC ordenaram que os caminhoneiros que estavam bloqueando ruas e estradas em Bogotá e em outras do partes do país liberassem as vias para permitir a passagem normal dos veículos\", disse o ministério. Representantes da ACC não estavam imediatamente disponíveis para comentar.

A greve começou em 3 de fevereiro devido a uma decisão governamental em janeiro de eliminar a política em que o governo determina taxas mínimas de frete para a indústria. Parte do acordo envolve a suspensão temporária dessa ordem, segundo o ministério, ainda que ela vá entrar em vigor de qualquer maneira mais tarde neste ano. Entretanto, o ministério afirmou que vai trabalhar com os caminhoneiros nos próximos meses para garantir que o decreto seja feito de uma maneira que não os prejudique. Os caminhoneiros argumentaram que a eliminação da taxa mínima de frente iria arruinar as pequenas empresas e motoristas independentes. As informações são da Dow Jones.
 

Veja tambÉm: