Mercado

Boletim Semanal do Café sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

 

postado em 28/01/2011 | Há 6 anos

Hencorp Commcor

O Café Arábica para o vencimento Mar/11 fechou com 460 pontos de alta na semana trabalhando no range de 1.605 pontos, fazendoa mínima a 230,30 e a máxima a 246,35 encerrando cotado a 245,00, na sexta-feira, com 805 pontos de alta. Marcada novamente por uma semana de forte volatilidade, a cotação do café trabalhou com movimentos mistos. Após marcar logo na segunda-feira a máxima de 241,00, fortes ativações de stops levaram o grão na sessão seguinte a marcar a mínima de 230,30, movimento também pressionado pela forte depreciação do euro frente ao dólar.

Com baixo volume de negócios durante a semana, defesa de compras foiconstantemente notada, quando então, em franco movimento de apreciação, a commodity mostrou fôlego para quebrar as resistências de 235,00 / 237,50 e posteriormente ade241,50, onde então trabalhou respeitando tal range. Na sessão desta sexta-feira, com ausência de vendas no mercado, aliada a compras especulativas, novo forte movimento de alta foi notada, quebrando a máxima anterior de 244,50, levando o café a registrar uma nova máxima de 13 anos a 246,35. Com defesa natural de vendas, considerando-se realizações de lucros, o grão perdeu um pouco de força, fechando a semana cotado a 245,00. De acordo com a Cecafé, os embarques no mês de Janeiro (de 01 a 27) somam 1.838.040 sacas,uma variação negativa de 42,7% em relação ao mesmo período do mês anterior.

As arbitragens tiveram uma semana de moderados negócios efetuados, sendo estes: H/H entre 3,00 e 9,00 abaixo, H/K entre 4,50 e 13,50 abaixo, no U/U entre 17,00 a 19,00 abaixo e no U/Z entre 14,00 e 15,50.

O mercado futuro do café em Nova York fechou com alta de 460 pontos. Confirmado mais uma vez o importante suporte em 230,00 cents, base mar11, o mercado ganhou novo impulso e acabou superando o nível de 240,00 cents e fechou em 245,00 cents. Este fechamento é muito positivo tecnicamente e projetanovas altas para a próxima semana. Principais suportes em 242,50 cents e depois 240,00 cents e principais resistências em 246,35 cents e depois 250,00 base mar11.

 

 

 

Veja tambÉm: