Mercado

CMN ampliou prazo de contratação de financiamentos para compra de opções de café

 

postado em 28/01/2011 | Há 7 anos

O Conselho Monetário Nacional (CMN) ampliou hoje o prazo de contratação de financiamentos para a compra de contratos de opção de venda de café com recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé). A data final passou de 1º de dezembro de 2010, portanto, um limite ultrapassado, para até 30 de junho de 2011. Além do prazo de contratação de operações de comercialização destinadas ao financiamento da constituição de margem de garantia e de ajustes diários em operações de venda a futuro, a medida também vale para aquisição de prêmio e taxas de lucros afetos a essas transações na safra 2010/2011.

“Como o preço de café está bom no mercado spot e no futuro, resolvemos postergar”, disse o secretário-adjunto de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Gilson Bittencourt. A intenção, segundo ele, é a de tornar a linha permanente após acerto com o Ministério da Agricultura. “Quanto mais o produtor se lastrear no contrato futuro menos problemas temos no momento da safra”, considerou. A tendência é a de lançar linha permanente, conforme Bittencourt, junto com o Plano Safra, que deve ser antecipado em 2011 para maio. “Há contratos disponíveis no mercado e pessoas interessadas em fazer negócio”, acrescentou o secretário-adjunto. O juro de financiamento do Funcafé é de 6,75% ao ano.
 

Veja tambÉm: