Mais Café

Beleza à base de café

Sua ação antiinflamatória no tratamento de dermatites alérgicas é superior às suas ações de cunho estético

 

postado em 25/01/2011 | Há 7 anos

Muito conhecido pelo seu tradicional sabor, o café começa a ganhar destaque no mundo da estética e promete resultados animadores. Contrariando o senso comum, a cafeína, ao invés de engordar, pode ajudar a perder medidas e a auxiliar na luta contra a celulite. “Como antioxidante, a cafeína combate a formação de radicais livres, que são responsáveis por danos nas células, fibras colágenas e elásticas da pele. Ela age na microcirculação, favorecendo a drenagem de líquidos e colaborando nos tratamentos de redução de medidas”, explica o dermatologista Guilherme de Almeida.

Tratamento
Os procedimentos estéticos à base de cafeína são indicados para todos os tipos de pessoa, desde que se respeite a concentração adequada do produto. O ideal é que o cosmético utilizado contenha de 3% a 10% de cafeína. “Acima disso, pode causar irritações”, alerta Guilherme.

A cafeína tem poder diurético, além de regenerar as células e favorecer o processo de queima de gorduras. O extrato de café é descongestionante, diurético e impede a ação das triglicérides, gorduras existentes no sangue. Tem ainda ação termogênica, que favorece a combustão de gorduras. “Os resultados aparecem rapidamente. Desde a primeira aplicação, a pele adquire um aspecto suave, flexível, brilhante e hidratado”, afirma a diretora do Golden Spa, Ivonete Castro.

Os cosméticos à base de café também são fortes aliados no combate à celulite, pois ativam a circulação sanguínea. “A cafeína é um neuroestimulante; assim, aumenta a vigília e ativa a circulação, por estimular a descarga adrenérgica”, esclarece Guilherme.

Nada de milagres

Embora os cosméticos à base de cafeína apresentem bons resultados, é preciso ter em mente que esses produtos não são a fórmula mágica contra a celulite, nem a fonte da juventude. Os resultados, assim como ocorre com todos os produtos de beleza, variam de acordo com o tipo e a limitação de cada pele. “Os resultados esperados não devem ultrapassar 30% de melhora em relação à redução de medidas e rejuvenescimento. Sua ação antiinflamatória no tratamento de dermatites alérgicas é superior às suas ações de cunho estético”, alerta Guilherme.

 

Veja tambÉm: