Produção

ABIC divulga preços mínimos do leilão dos Melhores Cafés do Brasil

 

postado em 27/11/2010 | Há 7 anos

A ABIC - Associação Brasileira da Indústria de Café divulgou nesta sexta-feira (26/11) os preços mínimos de abertura do leilão dos 10 lotes finalistas do 7º Concurso Nacional de Qualidade dos Cafés do Brasil. Os preços de abertura vão de R$ 643,00 a R$ 3.433,00 a saca, dependendo da qualidade global de cada lote de café da variedade arábica. O pregão passa a ser aberto, a partir desse ano, também às pessoas físicas que, assim como as indústrias e cafeterias, poderão adquirir apenas 1 saca ou o lote inteiro, ou sacas de lotes variados, individualmente ou em grupos e consórcios.
 
Para participar, os interessados devem preencher a Ficha de Inscrição e a Ficha de Lance Comprador que estão no site www.abic.com.br e enviá-las para o e-mail daysi@abic.com.br. Amostras de 100 gramas de grão cru de cada lote podem ser solicitadas no ato da inscrição. Os lances poderão ser enviados até dia 8 de dezembro. O resultado será divulgado dia 10 de dezembro. Informações também pelo telefone (21) 2206 6162.
Qualidade e Preço
 
Os preços mínimos são novidades nesta edição e foram fixados com base na cotação da BM&FBovespa de terça-feira, dia 23 (R$ 429,17 a saca, fechamento de dezembro) e em função da nota de Qualidade Global conferida a cada um dos lotes, em uma escala de zero a 100, pela comissão de especialistas em prova e degustação. Assim, para os lotes que obtiveram nota entre 75 e 79,9 pontos, o preço de abertura é de R$ 643,00 a saca, ou 50% acima da cotação da BM&F. De 80 a 84,99 pontos, o preço é a partir de R$ 858,00 a saca (100% acima da cotação BM&F). Para lotes com notas entre 85 a 88,99 pontos, o preço mínimo equivale a quatro vezes o da Bolsa: R$ 1.716,00 a saca. E para nota acima de 89 pontos, o prêmio equivale a 8 vezes a cotação da BM&F e o preço mínimo da saca será a partir de R$ 3.433,00.
A avaliação dos lotes finalistas seguiu as metodologias da SCAA – Specialty Coffee of America (para grão cru) e do PQC – Programa de Qualidade do Café da ABIC (para grão torrado). “Apesar da Metodologia da SCAA simular condições de consumo na torra para a verificação dos atributos sensoriais, ambas se complementam, pois o PQC avalia quando o café passou por todas as etapas industriais”, diz Ensei Neto, juiz certificado da SCAA e coordenador da comissão de especialistas.
 
Os cafés que mais se destacaram na avaliação são de São Paulo. Na categoria Cereja Descascado, a melhor nota foi dada ao lote do produtor João Antônio Garrote, de Itaí: 89,00 pontos na SCAA e 8,66 pontos no PQC, e tem preço mínimo de abertura no leilão fixado em R$ 3.433,00 a saca. Na categoria Café Natural, a melhor nota foi obtida pelo lote do produtor Márcio Luiz Bérgamo Favaro, de Sarutaiá: 85,25 pontos na SCAA e 8,15 no PQC, e tem preço mínimo fixado em R$ 1.716,00 a saca. Na categoria Microlote – novidade deste certame – houve empate entre os lotes dos produtores Zaldenir Gonçalves, do Paraná, e João Emílio Lisboa, de São Paulo. Essa categoria foi criada para permitir a participação de pequenos produtores. O lote é de apenas 2 sacas, enquanto nas demais é de 10 sacas. Ambos os microlotes têm preço mínimo de abertura no pregão fixado em R$ 643,00 a saca.


 
Lotes Finalistas

 
 
CATEGORIA CAFÉ NATURAL – Lotes de 10 sacas cada
 
Produtor /Propriedade
 UFCidadeNota SCAANota PQCPreço de Abertura
(valor por saca)
 
Márcio Luiz Bérgamo Favaro
- Sítio Alvorada SP Sarutaiá 85,258,15 R$ 1.716,00

Maria José Junqueira Ceglia

- Gleba São Francisco MG São Lourenço 79,007,68 R$ 643,00

Agrifirma Campo Aberto Agrop.
- Fazenda Campo Aberto BA Luis Eduardo Magalhães 76,257,60 R$ 643,00

 
 
CATEGORIA CAFÉ CEREJA DESCASCADA – Lotes de 10 sacas cada
Produtor/Propriedade UF Cidade Nota SCAA Nota PQC Preço de abertura
(valor por saca)

João Antonio Garrote
- Estância São FranciscoSPItaí89,008,66R$ 3.433,00

Lessivan Marcos de Oliveira Pacheco
- Fazenda Lagoa do Morro BA Brejões 84,758,25 R$ 858,00

Hilda Stein Krohling
- Sítio Krohling ES Marechal Floriano 83,758,10 R$ 858,00

Luiz Roberto Saldanha Rodrigues
- Fazenda Califórnia PR Jacarezinho 80,257,93 R$ 858,00

Ralph de Castro Junqueira
- Fazenda Kaquend MG Carmo de Minas 79,008,08 R$ 643,00

 
 
CATEGORIA MICROLOTE – Lotes de 2 sacas cada
Produtor/Propriedade UF Cidade Nota SCAA Nota PQC Preço de abertura
(valor por saca)

João Emílio Lisboa
- Chácara Boa Vista SP Piraju 78,758,00 R$ 643,00

Zaldenir Gonçalves
- Sítio Boa Vista (*Orgânico) PR Londrina 78,757,83 R$ 643,00

 
 
TABELA DE PREÇOS MÍNIMOS
Qualidade Global
(notas) Preço Mínimo
R$/saca – referência BM&F *
75 a 79,9 R$ 643,00/sc (50% BM&F)
80 a 84,99 R$ 858,00/sc (100% BM&F)
85 a 88,99 R$ 1.716,00/sc (4 X BM&F)
Acima de 89 pontos R$ 3.433,00/sc (8X BM&F)
* Valor do fechamento em 23/11/2010 = R$ 429,17 a saca

  
Avaliação sensorial: os Melhores Cafés
 
Na página do Concurso no site da ABIC (www.abic.com.br) os interessados encontram também a ficha de avaliação sensorial de cada um dos lotes, com as respectivas notas que foram atribuídas pela Comissão de Especialistas para atributos como: aroma, sabor, acidez, corpo, finalização, equilíbrio e doçura. As notas conferidas tanto na avaliação com metodologia SCAA quanto com a do PQC mostram que esta edição do concurso está sendo disputada por cafés que vão de Muito Bons a Excepcionais. A seguir, um resumo descritivo da avaliação feita:
CATEGORIA CAFÉ NATURAL
 
Produtor: Márcio Luiz Bérgamo Fávaro – Sítio Alvorada - Sarutaiá /SP
Nota SCAA: 85,25 – Nota PQC: 8,15 – Preço Mínimo: R$ 1.716,00 a sacaDescrição: Aroma intenso com presença de notas florais a jasmim, adocicadas como batata doce e fundo a mel. Sabor intenso com notas florais, frutas cítricas, mel e batata doce. Grande acidez licorosa. Encorpado, quase aveludado. Finalização de média-longa persistência agradável, adocicada e cítrica, com discreta adstringência. Apresenta muito bom equilíbrio entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo.

Produtor: Maria José Junqueira – Gleba São Francisco - São Lourenço/MG
Nota SCAA: 79,00 – Nota PQC: 7,68 – Preço Mínimo: R$ 643,00 a sacaDescrição: Aroma de média intensidade com toques herbáceos e leve caramelo ao fundo. Sabor adocicado, cítrico; notas a amêndoas e fundo herbáceo. Acidez adocicada de média intensidade. Tende a encorpado com toque aveludado. Finalização de longa persistência com leve adstringência. Apresenta bebida equilibrada entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo.

Produtor: Agrifirma Campo Aberto Agrop. – Fazenda Campo Aberto - Luiz Eduardo Magalhães/BA
Nota SCAA: 76,25 – Nota PQC: 7,60 – Preço Mínimo – R$ 643,00
Descrição: Aroma de média intensidade com presença de notas básicas como nozes e caramelo, fundo oleoso. Sabor medianamente intenso com notas como nozes, leve adocicado e presença oleosa. Acidez de baixa intensidade e corpo mediano. Finalização de média-longa persistência com adstringência e notas oleosas. Bom equilíbrio entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo.

CATEGORIA CAFÉ CEREJA DESCASCADA
 
Produtor: João Antônio Garrote – Estância São Francisco - Itaí/SP
Nota SCAA: 89,00 – Nota PQC: 8,66 – Preço Mínimo: R$ 3.433,00 a saca
Descrição: Aroma intenso a flores brancas e fundo a caramelo. Intenso sabor adocicado com notas de amplo espectro como florais a jasmim, frutas cítricas, amêndoas, caramelo, batata doce e mel. Grande acidez licorosa, por vezes borbulhante. Encorpado, aveludado. Finalização de média-longa persistência de caráter licoroso e fundo cítrico elegante. Excelente equilíbrio entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo.
 
Produtor: Lessivan Marcos de Oliveira Pacheco – Fazenda Lagoa do Morro - Brejões/BA
Nota SCAA: 84,75 – Nota PQC: 8,25 – Preço Mínimo: R$ 858,00 a saca
Descrição: Aroma intenso com notas predominantes de amêndoas e caramelo Sabor de grande intensidade com notas iniciais a amêndoas, seguido de frutas cítricas frescas e fundo a caramelo e chocolate ao leite. Acidez cítrica adocicada de média-alta intensidade. Encorpado delicadamente licoroso. Finalização de média-longa persistência. Muito bom equilíbrio entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo.
 
Produtor: Hilda Stein Krohling – Sítio Krohling - Marechal Floriano/ES

Nota SCAA: 83,75 – Nota PQC: 8,10 – Preço Mínimo: R$ 858,00 a saca
Descrição: Intenso aroma com notas florais, a caramelo e delicado resinoso com xarope de maple. Sabor de amplo espectro contemplando notas florais como jasmim, caramelo, xarope de maple e fundo resinoso-herbáceo. Acidez cítrica de média-alta intensidade, adocicada. Bebida encorpada, quase licorosa. Finalização de média-longa persistência com leve adstringência. Café de muito bom equilíbrio entre Sabor-Acidez-Corpo.
 
Produtor: Luiz Roberto Saldanha Rodrigues – Fazenda Califórnia - Jacarezinho/PR
Nota SCAA: 80,25 – Nota PQC: 7,93 – Preço Mínimo: R$ 858,00 a saca
Descrição: Aroma de média intensidade, apresentando delicadas notas florais e fundo a frutas. Sabor de média intensidade e bom espectro de notas como florais, frutas cítricas, frutas vermelhas e fundo com leve aspereza. Acidez cítrica de média intensidade. Corpo medianamente intenso, elegante. Finalização de média persistência com presença de leve adstringência. Bom equilíbrio entre Sabor-Acidez-Corpo.
 
Produtor: Ralph de Castro Junqueira – Fazenda Kaquend - Carmo de Minas/ MG
Nota SCAA: 79,00 – Nota PQC: 8,08 – Preço Mínimo: R$ 643,00 a saca
Descrição: Café com aroma apresentando notas básicas a caramelo e leve herbáceo ao fundo. Sabor de média intensidade, adocicado, com notas a caramelo, citros e leve herbáceo. Acidez de média intensidade, adocicada. Corpo de média-alta intensidade, \"redondo\". Finalização de média persistência com presença de caramelo, leve toque picante e adstringência. Bom equilíbrio entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo.
 
          CATEGORIA MICROLOTE
 
Produtor: José Emílio Lisboa – Chácara Boa Vista - Piraju/SP

Nota SCAA: 78,75 – Nota PQC: 8,00 – Preço Mínimo: R$ 643,00 a saca
Descrição: Aroma de média intensidade com presença de notas a caramelo. Sabor de média intensidade com predominância de notas cítricas, leve frutado e fundo a caramelo. Acidez adocicada de média intensidade. Pouco encorpado, apresentando finalização de média-longa persistência, leve aspereza. Equilíbrio mediano entre os atributos Sabor-Acidez-Corpo.
 
Produtor: Zaldenir Gonçalves – Sítio Boa Vista - Londrina/ PR (Café orgânico certificado)
Nota SCAA: 78,75 – Nota PQC: 7,83 – Preço Mínimo: R$ 643,00 a saca
Descrição: Aroma de média intensidade com notas como frutas amarelas e vermelhas, leve fundo a caramelo. Sabor de média intensidade com presença de notas a compotas de frutas e leve aspereza. Medianamente encorpado. Acidez adocicada de média intensidade. Finalização de média-longa persistência com leve adstringência. Café equilibrado em Sabor-Acidez-Corpo.

 

Veja tambÉm: