Mais Café

Ficafé 2010 apresenta a nova cafeicultura do norte pioneiro do Paraná

 

postado em 27/11/2010 | Há 6 anos

Eventos | 27/11/2010

Comercialização, associativismo e gestão são prioridades do Programa Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná, parceria entre Sebrae, Acenpp, Emater, Sistema Fiep e outras entidades
A Ficafé 2010 - Feira Internacional de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná, foi aberta oficialmente nesta quinta, dia 25, com a presença de inúmeras autoridades, especialistas, técnicos e produtores de café. O maior evento da cafeicultura do Paraná acontece no município de Jacarezinho, no norte pioneiro do Estado, e que terminou nessa sexta, dia 26.

Luiz Fernando de Andrade Leite, presidente da Associação de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Acenpp), destacou que a Ficafé 2010 priorizou os temas: comercialização, associativismo e gestão. Para ele, este ano foi de superação tanto para os associados da Acenpp, quanto para o Programa Cafés Especiais e como também para o evento Ficafé.

– Até 2006, tínhamos qualidade, mas não tínhamos ferramentas de marketing para divulgar isso. Hoje, mudamos a realidade. O associativismo é uma das coisas mais importantes no mundo. Se os produtores não trabalhem juntos, não chegarão a lugar nenhum. Nossos associados participam e compartilham ideias. Juntos, temos maior poder, seja na busca de recursos, melhores opções compra e venda de produtos – assinalou Andrade Leite.

A prefeita de Jacarezinho, Tina Toneti, cumprimentou todas as mulheres presentes e destacou que a consolidação dos cafés especiais do norte pioneiro é um fato.

– Isso nos alegra porque nossa história se confunde com a do café. Meus avós vieram da Itália para trabalhar o café no Brasil. Com a queda da cafeicultura, muitos perderam o sonho de cultivar o café, mas hoje, com a Acenpp, podemos sonhar de novo – afirmou.

A Prefeitura de Jacarezinho anunciou ainda que o processo para aquisição de maquinários para se efetuar a padronização do café no próprio município deverá estar concluído no início de 2011.

– O processo foi analisado pelo Ministério da Agricultura e está em trâmite na Caixa Econômica Federal. A Unidade de Padronização vai funcionar ao lado do Centro de Eventos de Jacarezinho, local onde acontece a Ficafé. No espaço, será construído um recinto de leilões e a infraestrutura do Centro de Eventos será melhorada. Tudo isso vai alavancar o norte pioneiro – concluiu Tina Toneti.

O gerente da Regional Norte do Sebrae Paraná, Heverson Feliciano, enfatizou que os produtores são a razão de todo o trabalho que a entidade desenvolve no Programa Cafés Especiais. Para Feliciano, o sucesso da nova cafeicultura do norte pioneiro deve-se ao conhecimento e ao associativismo.

– No passado, a taxa de sucesso das micro e pequenas empresas abertas, após dois anos, era de apenas 20% e a de insucesso chegava a 80%. Atualmente, houve uma inversão e 75% das micro e pequenas empresas constituídas são bem-sucedidas. A razão dessa mudança ampara-se em duas questões: busca de conhecimento e cooperação. E esses são os motivos do sucesso da cafeicultura do norte pioneiro – comentou o gerente do Sebrae Paraná.

Luis Antônio Liechock, presidente da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi), acredita que norte pioneiro vai ser referência mundial em produção de café. O líder destacou que 18 dos 26 municípios da Amunorpi produzem café.

– Parabenizo os produtores do norte pioneiro pelo evento. Foi por essa região que o café começou a se fixar no Estado. Agora, é no norte que o café ressurge – disse.

O empresário curitibano Thiago Amhof, presidente do NIN Brasil, organizou a vinda de sete compradores espanhóis de café, e avalia que a cafeicultura brasileira precisa levar a qualidade de seus produtos para o mercado internacional.

– O Brasil tem que ser notado não como um produtor de café de base, aquele comprado para compor blends, mas como um produtor de cafés muitos especiais. É preciso internacionalizar a marca Café do Norte Pioneiro do Paraná.

Victor Borlea Gomez, barista espanhol, apreciou muito o café do norte pioneiro do Paraná e informou que irá utilizar esse café nos próximos concursos de que participará. Victor Gomez disputará, em 2011, o Campeonato Espanhol de Baristas que acontecerá na cidade de Aragon e, se for vencedor, participará do campeonato internacional, que também será realizado na Espanha.

– O café do norte pioneiro do Paraná é suave, apresenta aroma que vai do floral ao caramelo e acredito que esse produto vai ser muito apreciado pelos consumidores espanhóis e de toda a Europa – acredita o profissional, que está na atividade há 11 anos.

A Ficafé 2010 está sendo transmitida ao vivo pelo site www..notíciasagricolas.com.br.

A programação da Ficafé 2010 para a sexta-feira, dia 26, contempla rodada de negócios e degustação comentada, a partir das 10 horas, com o especialista Ensei Uejo Neto. A programação completa do evento está disponível no site: www.ficafe.com.br


 
AGÊNCIA SEBRAE

 

Veja tambÉm: