Comércio

Mato Grosso é o estado que mais vendeu fertilizantes no ano de 2010

 

postado em 28/09/2010 | Há 7 anos

Rachel Rocha - ClicHoje

Terça-Feira, 28 de Setembro de 2010, 09h06

Mato Grosso foi o estado que mais se destacou na venda de defensivos agrícolas em 2010. Foram mais de 2,6 milhões de toneladas ficando na frente dos estados de São Paulo e Paraná.

Os números representam um crescimento de 2,4% em relação ao mesmo período do ano passado quando foram registrados 13,2 milhões de toneladas em todo o país.

Os números são da Associação dos Misturadores de Adubos do Brasil (AMA) e foram apresentados, nesta segunda-feira (27.09) na 49ª reunião ordinária da Câmara Temática de Insumos Agropecuários, em Brasília.

As importações registraram aumento de 41,6% passando de 6,3 milhões de toneladas, no ano passado, para 8,9 milhões de toneladas neste ano.

“Essa situação está relacionada ao aumento dos preços das commodities e à redução do preço dos insumos, em relação à safra passada”, explicou o presidente da Câmara Temática de Insumos, Cristiano Walter Simon.

Dados da Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef) indicam que as vendas de defensivos alcançaram US$ 539 milhões, em julho deste ano, contra US$ 534 milhões, em julho de 2009. Nos sete primeiros meses deste ano foram US$ 2,4 bilhões, sendo o setor de herbicidas, responsável por US$ 927 milhões e o de inseticidas, por US$ 690 milhões.

O trabalho aponta que em 2010 a renda total do setor agrícola, envolvendo as culturas temporárias de algodão, arroz, feijão, milho, soja e trigo, e as lavouras perenes como as de café, cana-de-açúcar, fumo, laranja, além de outras culturas, alcançará R$ 174,7 bilhões.

O setor de grãos, sozinho, registrará renda de R$ 78,8 bilhões este ano, indica a projeção apresentada na Câmara Setorial. A Andef projeta crescimento de 3% na produção de soja e de 10% para o algodão.

A Câmara é um fórum consultivo ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que conta com representantes do governo e da iniciativa privada.

 

Veja tambÉm: