Mercado

Produtores de café ganham linha de crédito para operações no mercado futuro

 

postado em 26/08/2010 | Há 7 anos

Taxas, valores de ajustes e prêmios exigidos poderão ser pagos com recursos do Funcafé

Letícia de Oliveira | Brasília (DF)


Os produtores de café terão uma linha de crédito especial para financiar os custos de operações no mercado de vendas futuras. Taxas, valores de ajustes diários e prêmios exigidos nas vendas em bolsas nacionais poderão ser pagos com recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé).

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a destinação de R$ 50 milhões do fundo para o financiamento de custos de operações de vendas no mercado futuro. Produtores e cooperativas poderão financiar até 100% do valor exigido em bolsas de mercadorias e futuros nacionais - desde que os custos não ultrapassem R$ 80 mil por produtor ou R$ 40 mil para cooperativados. O empréstimo pode ser contratado até o dia 1º de dezembro deste ano.

O secretario de política agrícola do Ministério da Fazenda, Gilson Bittencourt, aproveitou o anúncio para falar também explicou sobre o Fundo de Catástrofe, que será senacionado nesta quinta, dia 25. A expectativa é de que o apoio às seguradoras incentive a cobertura em regiões onde o risco é maior, além de uma redução no valor do seguro.

O CMN aprovou, ainda, a recomposição das dívidas dos fruticultores do Vale do São Francisco. Produtores de nove cidades da Bahia e de Pernambuco poderão unificar o saldo devedor com 12 anos para pagar a dívida.


 
CANAL

 

Veja tambÉm: