Comércio

Ministério da Agricultura fiscaliza 314,1 mil toneladas de fertilizantes em 2010

 

postado em 20/08/2010 | Há 7 anos

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) fiscalizou, no primeiro semestre deste ano, 314,1 mil toneladas de fertilizantes e apreendeu 10,8 mil toneladas. “As principais irregularidades encontradas foram nas embalagens e na quantidade declarada de nutrientes nos rótulos dos produtos. Essa fiscalização faz parte da rotina dos técnicos do ministério e dos órgãos estaduais e é importante para garantir a qualidade dos fertilizantes que chegam aos produtores rurais”, ressalta o coordenador do Departamento de Fiscalização de Insumos Agrícolas do ministério, Hideraldo Coelho.

A entrega de fertilizantes ao consumidor final alcançou 8,6 milhões de toneladas, no primeiro semestre de 2010. O resultado representa aumento de 4,17%, em relação ao mesmo período do ano passado. Os destaques nas vendas foram os estados de Mato Grosso, responsável por 1,8 milhão de toneladas, São Paulo (1,2 milhão) e Paraná (1,1 milhão de toneladas). Os números foram apresentados pela Associação dos Misturadores de Adubos do Brasil, nessa segunda-feira (16), durante a 48ª reunião ordinária da Câmara Temática de Insumos Agropecuários, em Brasília. 

As importações de fertilizantes, nos seis primeiros meses deste ano, registraram 5,9 milhões de toneladas, contra 3,3 milhões em 2009. Já a produção cresceu de 3,7 milhões de toneladas para 4,2 milhões de toneladas neste semestre.

Segundo o presidente da Câmara de Insumos, Cristiano Walter Simon, este é um ano favorável para o setor e as questões de boas práticas devem ser levadas em consideração na utilização de fertilizantes. “Essa ação envolve a aplicação da quantidade certa do produto, sem desperdício, medida adotada pelos grandes produtores de soja e cana-de-açúcar”, disse.

Na reunião, o Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal (Sindirações) apresentou dados sobre a produção da indústria de alimentação animal, que passou de 27,2 milhões de toneladas, nos seis primeiros meses de 2009, para 30 milhões de toneladas no mesmo período de 2010. A ração para frangos alcançou o 1° lugar, com 14,4 milhões de toneladas e, para suínos, o 2° lugar, com 7,6 milhões de toneladas. (Kelly Beltrão)

 

Veja tambÉm: