Tecnologias

Pesquisador fala sobre quando deve ser feita a colheita do café e os cuidados.

 

postado em 20/08/2010 | Há 7 anos

Pesquisador fala sobre boas práticas agrícolas
Ascom Embrapa Café
20/08/2010

Jurema Iara Campos
 
Quando deve ser feita a colheita do café, e os cuidados que devem ser tomados no momento da secagem, e quais são os melhores terreiros, e os melhores secadores, e como se deve armazenar o produto? Estas foram algumas das perguntas respondidas pelo pesquisador Paulo Cesar Afonso Júnior, especialista da Embrapa Café na área de pós-colheita, em entrevista concedida para o Programa Prosa Rural que será veiculado nos próximos dias nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, as de maior cultivo de café no país.
 
O programa da Embrapa Café deste ano tratou das boas práticas na cafeicultura, ou seja, as técnicas que são recomendadas para que a produção seja feita de forma a cuidar da saúde do consumidor, proteger o meio ambiente e melhorar as condições de vida dos trabalhadores e de sua família. Paulo Cesar, que foi entrevistado sobre as boas práticas agrícolas na etapa de pós-colheita do café, é gerente adjunto técnico da Embrapa Café e especialista na área. Por ser um dos itens mais importantes para assegurar a qualidade do café exportado, a aplicação das boas práticas agrícolas pode possibilitar a diferenciação do produto, tornando-o melhor valorizado no mercado.
 
Café seguro – Com relação ao produto que é destinado ao mercado externo, o pesquisador falou sobre a campanha que está sendo realizada em todas as regiões cafeeiras para conscientização e orientação dos produtores sobre o uso correto dos agroquímicos. O programa, denominado Café Seguro, tem como participantes representantes tanto do setor produtivo, exportadores e governo e busca formar, entre os cafeicultores, multiplicadores das principais informações necessárias para garantir um grão livre de contaminantes, que podem comprometer o produto nacional. Essas informações são importantes devido às restrições internacionais para os resíduos químicos dos produtos agrícolas que são exportados.
 
Participam do Programa Café Seguro, além da Embrapa Café e do Consórcio Pesquisa Café, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Conselho de Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), a Confederação Nacional da Agricultura (CNA), o Conselho Nacional do Café (CNC), a Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé Ltda. (Cooxupé), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Paraná (Senar-PR), e o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Agrícola (Sindag). Mais informações sobre o programa Café Seguro na página: www.cafeseguro.com.br.
 
O Prosa Rural é um programa de rádio produzido pela Embrapa Informação Tecnológica, em Brasília – DF, e veiculado por mais de 1.100 rádios em todo o país. O programa traz sempre um convidado para Um Dedo de Prosa , quando é apresentada a tecnologia tema do programa, com ênfase na sua aplicação no cotidiano do produtor. Além disso, outras atrações têm o programa, como o Pitacos da Hora, onde o ouvinte aprende a aproveitar melhor os alimentos, em receitas práticas e nutritivas, ou recebe dicas simples, que podem melhorar sua vida no campo.
 
O programa traz ainda a voz da experiência, com histórias de produtores que melhoraram seus negócios com a adoção de tecnologias de baixo custo recomendadas pela Embrapa e seus parceiros, no quadro Fala Produtor. No quadro Favas Contadas , o ouvinte conhece um pouco mais a cultura de sua região, por meio de músicas, poesias, histórias e causos de talentosos artistas locais. E, para encerrar, dicas simples de utilidade pública, com cunho social, que podem ser de grande valia para o fortalecimento da cidadania do produtor brasileiro, no quadro Ao Pé do Ouvido.
 
O programa também pode ser ouvido na página: http://hotsites.sct.embrapa.br/prosarural.

 

Veja tambÉm: