Mercado

ENTREVISTA: Café bate novamente suas máximas em Nova York

 

postado em 29/07/2010 | Há 7 anos



Café: cotação fecha com elevação de mais de 500 pontos em N. York e 835 pontos na BM&F. Mais uma vez o café bate níveis máximos de alta, já o maior da semana e um dos maiores do mês de julho.

O mercado do café novamente surpreende e atinge novos níveis de máxima. Na Bolsa de Nova York, passa dos 500 pontos de alta, 3,4% a frente de commodities como o açúcar e o gás natural que seguiam em alta nos últimos dias. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros, em São Paulo, fechou com 835 pontos sua alta, já a maior da semana e uma das maiores do mês de julho.

 

No entanto, para James Sanches, da Maximus Agentes de Investimentos, é preciso observar como se comportará os preços de amanhã para confirmar a sustentação. Porém, esse movimento altista confirma que os fundos continuam comprando, só hoje foram negociados mais de 29 mil contrato em Nova York.

 

Para os brasileiros, não existe previsão climática que possa atrapalhar o desenvolvimento da safra que corre bem até o momento, podendo confirma a expectativa de uma super safra cafeeira do Brasil. Assim, é possível que o mercado se estabilize e os preços entrem em um patamar de conforto na hora do cafeicultor comercializar seu café.

Fonte: Redação NA

 

Veja tambÉm: