Mercado

Peru prevê produzir 3,83 milhões de sacas de café

 

postado em 28/07/2010 | Há 7 anos


CaféPoint | CNC
28/07/2010

O setor cafeeiro peruano prevê obter na atual safra cerca de 5 milhões de quintais de café (equivalentes a 3,83 milhões de sacas de 60 quilos), segundo indicaram estimativas da Junta Nacional de Café (JNC).
 
No Peru, cerca de dois milhões de pessoas estão envolvidas no cultivo de 380 mil hectares, segundo dados oficiais, que indicam que o grão é o principal produto agrícola de exportação do país, que pouco a pouco consolida sua posição mundial. O cultivo se concentra no café arábica.
 
O café peruano tem se posicionado entre os seis primeiros do mercado mundial dada sua alta qualidade, sendo que a maior parte da produção é exportada para Alemanha, Holanda, Bélgica, França e Estados Unidos, que consomem quase toda sua produção. Dados oficiais mostraram que os principais compradores de café peruano são médias e grandes torrefadoras.
 
O Peru possui atualmente 75 empresas exportadoras de café, das quais 28 compõem as organizações de produtores que ofertam cafés especiais. O produtor de café da região de Chanchamayo, Roberto Montalvo, disse que, para poder realizar uma boa oferta, os produtores recebem capacitação de maneira constante. Agora o Peru tem, graças a essa capacitação, 75 mil hectares certificados de cultivo, que o convertem no primeiro país produtor de café orgânico do mundo, disse ele.
 
O grão de café orgânico é produzido em Chanchamayo, Satipo, San Martín,La Convención, Sandia, Quillabamba, San Ignacio e Rodríguez de Mendoza. Os principais mercados de café orgânico peruano são Estados Unidos, Japão e os países da União Europeia (UE), aonde chegam 99% da produção desse grão, que tem uma colheita anual de 920 mil sacas de 60 quilos. A reportagem é do Informador.com.mx, traduzida e adaptada pela Equipe CaféPoint.

 

Veja tambÉm: