Mercado

Wagner Rossi defende agricultura verde

 

postado em 28/07/2010 | Há 7 anos

Nos 150 anos do Mapa, o ministro ressalta a capacidade produtiva do País,  associada ao cuidado com  meio ambiente
 
Brasília (28.7.2010) - Durante as celebrações dos 150 do Ministério da Agricultura, o ministro Wagner Rossi, destacou que o Brasil é o País que mais cresce em produtividade agrícola no mundo e, simultaneamente, privilegia a preservação ambiental. “Ao mesmo tempo que registramos sucessivos recordes de safra, que conseguimos produzir todo alimento que consumimos, ainda abastecemos vários países. Temos a maior cobertura vegetal do planeta e a maior área de  florestas plantadas, com 6, 2 milhões de hectares”, afirmou. Rossi disse que o homem do campo, além de preparar e cuidar da terra, tem adotado práticas que associam ganho de produção com sustentabilidade.

O ministro lembrou ainda que, para estimular a utilização dessas técnicas, o governo federal colocou à disposição recursos, previstos no Plano Agrícola e Pecuário para a safra 2010/2011, no total de R$ 100 bilhões para financiar o ciclo agrícola atual. Ele citou a recuperação de áreas degradadas, a integração lavoura, pecuária florestas e o plantio direto como técnicas reconhecidas e eficientes na preservação do meio ambiente.

Pesquisa - O ministro da Agricultura fez questão de enfatizar o papel da pesquisa no salto do setor agropecuário registrado, principalmente nos últimos 30 anos. Para ele, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) é um símbolo dessa revolução, que permitiu a adaptação necessária para a agricultura se desenvolver nos trópicos. A Embrapa, outras instituições de pesquisas e universidades foram homenageadas nesta tarde com a medalha dos 150 do Mapa.

Na cerimônia, que teve participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, também foram agraciados representantes do agronegócio, do Banco do Brasil e ex-titulares da pasta. (Laila Muniz)
 

Veja tambÉm: