Mercado

Dólar fecha a R$ 1,86; Bovespa inverte tendência e cai 0,39%

 

postado em 24/05/2010 | Há 7 anos

24/05/2010

O mercado de câmbio doméstico teve um dia volátil, refletindo ainda as incertezas dos agentes financeiros sobre a crise na zona do euro. A taxa de câmbio, que teve uma alta somente modesta, já subiu em 12 dos 16 dias úteis deste mês.

Analistas mostraram alguma apreensão com a falta de novidades na reunião de ministros de finanças da União Europeia, neste final de semana, em Bruxelas. Uma parcela do setor financeiro aguardava novas medidas para defender o euro, desta vez de forma mais coordenada, sem medidas unilaterais como a iniciativa da Alemanha.

Também gerou algum nervosismo a intervenção do banco central espanhol sobre a instituição financeira Cajasur, o que foi interpretado por alguns analistas como um possível indicativo de outros problemas no setor bancário desse país.

Nesse contexto, a cotação da moeda americana oscilou entre R$ 1,870 e R$ 1,841, encerrando a sessão de hoje em R$ 1,864, cifra 0,16% da taxa de sexta.

Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi cotado por R$ 1,970, em queda de 0,50%.

Ainda operando, a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) perde 0,39%, aos 60.025 pontos. O giro financeiro é de R$ 4,31 bilhões. Nos EUA, a Bolsa de Nova York cai 1,11%.

Entre outras notícias importantes do dia, o boletim Focus, elaborado pelo Banco Central, mostrou que boa parte dos economistas do setor financeiro voltou a revisar para cima suas projeções para a inflação de 2010: O IPCA projetado foi de 5,54% para 5,67% nesta semana, segundo o boletim Focus. A expectativa para a taxa Selic no final deste ano, no entanto, foi mantida em 11,75%.

A balança comercial apresentou superavit de US$ 4,2 bilhões neste ano, em um declínio de 50,3% sobre o número contabilizado no mesmo período em 2009.

Fonte: Folha Online

 

Veja tambÉm: