Mais Café

Terceiro dia de palestras do Fenicafé é concorrido

Muitas gente passou pelos corredores da Feira na manhã de sexta-feira

 

postado em 26/03/2010 | Há 8 anos

Lilian Rodrigues

O terceiro dia de atividades da Fenicafé – que reúne três grandes encontros: o XII Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada; XV Encontro Nacional de Irrigação da Cafeicultura no Cerrado e a XIII Feira de Irrigação em Café do Brasil – foi muito concorrido. Muita gente passou pelos corredores do evento, que está sendo realizado no Country Clube Pica-Pau em Araguari, no Triângulo Mineiro. Aproximadamente setecentas pessoas assistiram palestras com temas ligados a cafeicultura irrigada, dentre eles podemos destacar “Melhoramento Genético do Café Visando Qualidade da Bebida”; “Irrigação – com o norte americano, Derrel Martin da Universidade de Nebraska; “Queda de Frutos: Phoma? Antracnose? Cercospora?”, com a Dra. Flávia Rodrigues, pesquisadora do Instituto Biológico”; “Mercado de Café Frente ao Crescimento da Produção de Conillon”, com o diretor executivo da Abic, Natan Herszkowicz. Em 2010, o evento que apresenta o tema “Previna-se: Quem Investe em Irrigação Colhe Mais”, se encerra hoje.

O evento é uma realização da Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA) – Café do Cerrado Brasil e conta com o apoio do Ministério da Agricultura, da Embrapa/Café – Prefeitura Municipal de Araguari e Sebrae/MG.

 

Preservação ambiental

Durante os dias de realização da Fenicafé, em Araguari, as emissões de gás carbônico (CO2) enviadas para a atmosfera foram contadas e serão convertidas em plantio de árvores nativas, possibilitando assim sua neutralização. Segundo a ACA, a iniciativa visa contribuir para diminuição do efeito estufa, que está preocupando ambientalistas de todo o mundo. O exemplo dado pelos organizadores alerta todos os envolvidos diretos e indiretos para que exerçam suas atividades no presente viabilizando o futuro, garantindo às novas gerações condições favoráveis de vida. A entidade mantém ainda durante o ano todo, programa de orientação aos cafeicultores para que trabalhem de forma sustentável, otimizando processos de produção, principalmente quanto ao consumo de água nos processos de irrigação das lavouras.

 

Veja tambÉm: