Mercado

Venezuela importará mais café pela queda da produção

 

postado em 30/12/2009 | Há 7 anos

28/12/2009 - Após experimentar em 2009 uma forte queda da produção que, segundo a Confederação Nacional de Associações de Produtores Agropecuários da Venezuela (Fedeagro), foi de 27%, os cafeicultores do país estimam que, no melhor dos casos, em 2010 a colheita terá os mesmos níveis, o que sem dúvida levará à escassez do produto.

De acordo com porta-vozes do setor, a produção de café na Venezuela poderá ficar esse ano em cerca de 766,6 mil sacas de 60 quilos, com o agravante de não contar com os estoques acumulados que foram disponibilizados em 2009.

"A queda da produção desse ano foi compensada com cerca de 138.000 sacas do estoque, mas esse foi consumido e não poderá ser reposto, o que quer dizer que não contamos com esse excedente e teremos que aumentar a importação", disse uma das fontes consultadas.

O controle de preços e a baixa rentabilidade repercutem na falta de investimentos nos cafezais, o que tem provocado a queda da produção nacional, que esse ano teve que ser compensada com a compra no exterior de 153.333 sacas para satisfazer a demanda local. Outro produtor disse que devido ao baixo preço que recebem, muitos cafeicultores fazem práticas danosas ao cafezal para cortar custos, como o "raspado" da planta, destruindo brotos de novas ramificações que produzirão o grão na próxima floração.

Os cafeicultores disseram que se as importações necessárias não forem feitas dentro do prazo, em meados do ano o consumidor começará a enfrentar dificuldades para se abastecer do produto. Essa situação afetará em maior medida o Executivo, que monopolizou mais de 70% do mercado após a nacionalização das empresas Fama de América e Madrid.

Os cafeicultores venezuelanos disseram também que, dado o panorama obscuro, será impossível para o Governo concretizar os planos de exportar café a países como Rússia e Bielorrússia. A reportagem é do Entornointeligente.com, traduzida e adaptada pela Equipe CaféPoint.

 

Veja tambÉm: