Consumo

SEGREDOS DO CAFÉ - Elas adoram café

 

postado em 22/11/2009 | Há 7 anos

22/11/2009 13:11:53 - O Liberal - PA

Não há como negar: um bom cafezinho é o que há, seja pela manhã, acompanhado com um pão francês quentinho, ou depois do almoço, para dar aquela sacudida antes de retomar ao trabalho. Mais do que sabor, café é, ainda, sinônimo de puro charme para muitas mulheres. Como não pensar nos famosos cafés parisienses e nos aconchegantes cafés italianos que vemos nos filmes? "Andiamo prendere un café" - vamos tomar um café! - é o convite mais feito e aceito na bela Itália. Ainda assim, mais brasileiro do que o pretinho não há! Lá está ele em todos os momentos do dia, exalando um aroma gostoso e convidativo. Pois é, mas durante muito tempo o nosso cafezinho ficou associado a idéias negativas, como dependência, agitação e azia. O fato, porém, é que a bebida traz muitos benefícios para a saúde. E é uma delícia!

Até o século XVIII, o café era prescrito como medicamento e vendido em farmácias, mas até chegar lá passou por proibição até do papa e, pasmem... das mulheres, com direito a "Petição das Mulheres contra o café", lutando contra os maridos que deixassem as amadas de lado por uma xícara da bebida. Foi então que tudo mudou: o papa percebeu que ficava mais alerta e bem disposto para orar sempre que tomava café e passou, então, a recomendá-lo a todos os fiéis. O café não é originário do Brasil, mas somos o maior produtor. Uma em cada três xícaras de café que se consome no mundo é do Brasil.

Tomado na quantidade certa, ao contrário do que reza a lenda, a bebida não faz mal. Faz, aliás, um bem danado! O que é ruim, assim como tudo na vida, é o excesso. O café sofre um preconceito injusto. Ele é um fruto - e como um fruto pode não ser saudável?. Mas não correm boatos de que o café, por exemplo, aumenta o colesterol? Sim, de fato, mas a taxa de aumento é desprezível, de 1% a 2%, não entrando nem nas estatísticas de causa de mortalidade.

Segundo os nutricionistas, o café é contra-indicado apenas para mulheres que já tem determinados problemas de saúde, como gastrite e hipertensão. café não é remédio, mas, para quem é saudável, ajuda a prevenir uma série de doenças, como a depressão, o mal de Alzheimer e o mal de Parkinson. Nenhuma outra bebida faz isso por nós. E segundo estudos científicos, ficou comprovado que os jovens de até 10 anos com o hábito de beber café têm melhor rendimento na escola e menor chance de sofrer com o alcoolismo e obesidade.


As verdades


Além da cafeína, que estimula o sistema nervoso, mantendo a mulher atenta, ativa e ágil, o café contém, ainda, muitas outras substâncias que são altamente benéficas para o organismo feminino, como minerais, vitaminas, aminoácidos e os celebrities da vez: os poderosos antioxidantes. Não é de se estranhar, portanto, que o café oferece muito mais para a saúde do que se imagina! Graças às substâncias que combatem os radicais livres, é possível retardar o envelhecimento e prevenir doenças como o câncer, diabetes, doenças cardíacas e doenças degenerativas do cérebro. O café ajuda até a emagrecer! Ele reduz a sensação de fome. E tem zero caloria!Para surtir efeito, os especialistas costumam indicar, para os adultos, de duas a quatro xícaras por dia, enquanto que, para as crianças, o consumo deve ser um pouco mais reduzido, mas nunca cortado: três xícaras por dia é uma boa média. Segundo os nutricionistas, o café deve ser misturado ao leite antes de ser servido aos pequenos. Torna-se ainda mais nutritivo. Mas é preciso aliar a bebida a outros hábitos saudáveis, como atividades físicas regulares e uma dieta balanceada.


degustação


A escolha do grão é tudo na hora de preparar um bom café. O ideal é que ele seja moído minutos antes da degustação, quando os óleos ainda estão retidos nos grãos. O expresso, por exemplo, quando bem feito, oferece o auge de qualidade do café, revelando todos os seus aromas, textura e sabor.

Doce? Pois é, café amargo, que nada! O café de alta qualidade tem açúcar próprio do fruto e não precisa nem ser adoçado! Nós, brasileiros, temos mania de colocar açúcar em tudo. Mas todos deveriam experimentar o café de alta qualidade sem açúcar. É uma questão de condicionamento do paladar. E não engorda!

Qual será esse café especial que nem de açúcar precisa? Não é mito nem lenda. Na verdade, existem dois tipos de planta que dão origem ao café: arábica e robusta. A arábica é a mais nobre e preserva os aromas e nuances de sabor. Já a robusta é o de qualidade inferior - e a mais usada. Ela tem mais cafeína, é mais escura e amarga. Por isso, é recomendado a compra do café 100% arábico. Procure comprar pacotes pequenos, para serem consumidos rapidamente.

 

Veja tambÉm: