Curiosidades

O ramo de café no Brasão Nacional Nacional do Brasil

 

postado em 14/11/2009 | Há 8 anos

14/11/2009 08:11:02 - Diário do Nordeste
14/11/2009

O Brasão Nacional foi projetado por um engenheiro estrangeiro, a pedido do marechal Deodoro da Fonseca. É formado por um escudo, redondo, azul celeste, contendo em seu interior cinco estrelas brancas dispostas na forma da constelação do Cruzeiro do Sul. Nas laterais circulares do escudo, 27 estrelas representam os Estados brasileiros.

O escudo se apóia em uma grande estrela verde/amarela. Uma espada, em posição vertical, marca a presença dos militares no movimento republicano que derrubou a Monarquia, em 1889. No punho da espada, num quadrado vermelho, uma estrela branca simboliza o Distrito Federal. Abaixo da estrela-escudo, aparecem o nome oficial do Brasil e a data de proclamação da República.

O conjunto estrela-escudo-espada tem, ao fundo, os raios de uma auréola dourada com 20 pontas. As laterais do conjunto estão ornamentadas, à esquerda, por um ramo frutificado de café e à direita, por outro ramo florido de tabaco.

O ramo de café está simbolizando a riqueza nacional que marcou a economia brasileira, à época da Monarquia. O ramo de fumo, nem tanto.

Historicamente, não existe justificativa para a sua inclusão no Brasão. Além de ser uma planta alienígena ligada ao nome de um país estrangeiro (Tobago), suas folhas contêm substâncias cancerígenas. Como explicar o fato de o governo brasileiro fazer campanhas oficiais contra o fumo e ao mesmo tempo ostentá-lo na sua faixa presidencial?

Outra estranheza é o vermelho que contorna a estrela do escudo e que aparece no quadrado do cabo da espada. Diante disso, o Projeto Brasil Urgente propõe a substituição daquela tonalidade por azul e a retirada do ramo de tabaco, substituindo-o por outro de pau-brasil. Tais propostas encontram respaldo nos fatos, a seguir mencionados: O vermelho não é incluído em nenhum dos Símbolos Nacionais, nem aparece nas descrições heráldicas das Armas Nacionais. O pau-brasil é a Árvore Nacional, conforme a Lei 6.607/78, e foi, no início da nossa História, representada no Brasão da Colônia, como símbolo da primeira riqueza brasileira. Além disso, é a planta que deu seu nome à nossa Pátria.
 

 

Veja tambÉm: