Mercado

Mercado de café do Brasil deve passar por problema estrutural

 

postado em 25/09/2009 | Há 8 anos

Mercado de café do Brasil deve passar por problema estrutural
(25/09/2009 11:01)

O mercado de café do Brasil deve passar por um problema estrutural nos próximos anos. A diminuição da área plantada, baixos estoques nacionais e à impossibilidade de elevar a oferta no curto prazo são os principais fatores de preocupação para a cafeicultura. A avaliação é da Tendências Consultoria.

Se esta situação se confirmar, o café brasileiro deve se valorizar só em 2011. De acordo com a Conab, a colheita da safra 2009/2010 deve ser de 39 milhões de sacas de 60 quilos. O volume produzido deve ser 15,1% menor que o do ciclo passado.

Essa pressão sobre a oferta deve ser amenizada na temporada que começa em 2010, em que ocorre a bianualidade positiva, quando a produção fica maior. Mas em 2011, a expectativa é de nova bianualidade negativa. Com isso, os preços devem subir, já que os estoques no Brasil são baixos. Além disso, dificilmente os cafeicultores vão conseguir repor a oferta no curto prazo, por causa da redução da área plantada.

Em comparação com o ano passado, foram cultivados 67,6 mil hectares a menos neste ano. Isso representa 1,43 milhão de sacas a menos para a próxima safra. A Tendências Consultoria ressalta que essa perda deve levar um longo prazo para ser recuperada. Isso porque uma lavoura de café demora cerca de quatro anos para passar do estágio de formação para produção.

As informações partem do Canal Rural.

 

 

Veja tambÉm: