Mercado

Agricultura - Brasil busca apoio na Rússia para autosuficiência em fertilizante

Conforme ministro de Assuntos Estratégicos, governo federal já está trabalhando nesse assunto

 

postado em 22/08/2009 | Há 8 anos

AGÊNCIA SAFRAS / CANAL RURAL

22/08/2009 -
O ministro de Assuntos Estratégicos, Daniel Vargas, disse nesta sexta, dia 21, em Cuiabá (MT), que o governo federal estuda possibilidades para garantir a tecnologia necessária à produção de fertilizantes no Brasil e com isso tornar o país menos dependente desse insumo.

— Nossa proposta é que o Brasil estabeleça uma parceria estratégica com um país que já detém essa tecnologia que poderia ser a Rússia, a Índia ou a China, e estabelecer com eles, em contrapartida, pela transferência dessa tecnologia, um contrato de venda de alimentos de longo prazo, no que esses países têm bastante interesse — adiantou Vargas.

Conforme o ministro, o governo federal já está trabalhando nesse assunto. A ideia foi discutida com o governo russo em maio último, e a expectativa é que numa vinda próxima de um ministro russo ao Brasil o governo brasileiro possa avançar nessa negociação, chegando aos termos de como pode ser estabelecida essa parceria.

— Essa parceria se fechada, garantiria de uma vez por todas a independência do Brasil na produção de fertilizantes — visualiza Vargas.

O ministro observa que em muitos casos os fertilizantes representam 40% do custo da produção, o que evidentemente mina a competitividade agrícola brasileira. Segundo ele, se o Brasil conseguisse garantir pela produção interna uma concorrência com o fornecimento de insumos, hoje em grande medida importados, isso incrementaria a competição do setor e reduziria sensivelmente o custo.

Daniel Vargas foi palestrante no painel de encerramento da Bienal dos Negócios da Agricultura

 

Veja tambÉm: