Mercado

Programa de promoção dos Cafés do Brasil chega ao Chile

 

postado em 28/05/2009 | Há 8 anos

28/05/2009 - O café gourmet brasileiro é algo tão especial e raro quanto uma jóia. Esse é o tom da campanha lançada no mercado chileno na terça-feira (26), em Santiago. A iniciativa faz parte do PSI – Projeto Setorial Integrado de Promoção à Exportação de Cafés Industrializados, realizado pela Apex-Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos em parceria com a ABIC – Associação Brasileira da Indústria de Café.

O lançamento foi realizado durante um coquetel no Grand Hotel Hyatt, quando a Associação Chilena de Gastronomia - ACHIGA e a ABIC apresentaram o plano de parceria entre as duas organizações, que também conta com o apoio da divisão para a América Latina da associação mundial de chefs de cozinha (WACS - World Association of Chefs’ Societies). Entre os mais de 250 convidados, estão chefs, restauranteurs, donos de redes de casas de café, de lanchonetes, de lojas de conveniência em postos de combustível, diretores e compradores de supermercados, atacadistas, distribuidores e imprensa. O serviço de café ‘espresso’ e filtrado estará a cargo de Bruno Ferreira Silva, da Equipe de Baristas Cafés do Brasil / Brazilian Barista Coffee Team, criada exatamente para essas apresentações.

A campanha tem como slogan “Cafés do Brasil. The best coffees in the world”, e utiliza a imagem de diversas jóias confeccionadas com grãos de café, como anéis, pulseiras e colares. Toda comunicação é dirigida ao segmento da alta gastronomia, considerado a porta de entrada para produtos gourmets. A meta do PSI - Cafés do Brasil é dobrar, em dois anos, as exportações para o Chile, que em 2008 foram de US$ 20 milhões. Para tanto, entre as ações previstas, estão o patrocínio de dois eventos estratégicos: o 23º Concurso Nacional de Gastronomia, de 27 a 29 de Julho de 2009, e o Congresso Mundial de Chefs de Cuisine, em Janeiro de 2010, ambos em Santiago. Este último é o maior evento mundial do setor, reunindo mais de 730 chefs de cuisine do mundo todo. Realizado a cada dois anos, esta será a primeira vez que acontece na America Latina, sendo, portanto, uma grande vitrine para os cafés de alta qualidade produzidos no Brasil.

 

 

Veja tambÉm: