Mercado

Illy identifica inversão no ciclo de baixa do café

 

postado em 27/05/2009 | Há 8 anos

VALOR ECONÔMICO

Reuters, de São Paulo

A safra 2009/10 será mais uma de déficit no balanço global de oferta e demanda de café, o que indica uma tendência de alta de preços. Recorrente entre analistas, a visão é compartilhada pelo presidente mundial da illycaffe, Andrea Illy. "Nesta safra, a de ciclo baixo no Brasil, novamente vamos encontrar uma situação de déficit. Acho que os estoques [globais] vão atingir menos de 40 milhões de sacas, 36 milhões, que é cerca de três meses de consumo, uma situação de fundamentos muito tensa", disse Illy, na noite de segunda-feira, momentos antes do Coffee Dinner, evento promovido pelos exportadores brasileiros em São Paulo.


Se houver problema climático, "é provável que os preços comecem a subir muito (...) o ciclo de preços baixos está se invertendo, é preciso elevar um pouco a produção". Para Illy, a safra 2009/10 do Brasil, maior produtor e exportador mundial, deverá ficar entre 42 e 44 milhões de sacas, mais do que estima o governo (39 milhões). A torrefadora italiana de cafés de alta qualidade, que processa 350 mil sacas por ano (250 mil de arábica brasileiro) observa que 2008/09 também termina com déficit global, especialmente por problemas na Colômbia e no Vietnã.

 

Veja tambÉm: