Consumo

Dia Nacional do Café é comemorado neste domingo

 

postado em 25/05/2009 | Há 8 anos

Dia Nacional do Café é comemorado neste domingo, dia 24. Bebida mais antiga do mundo é consumida por 97% da população brasileira


(Ednéia Silva) - Quem não gosta do tradicional cafezinho? Puro, com creme, expresso, com leite, forte, fraco, amargo, doce. Não importa a variação ou combinação escolhida, o café é um companheiro inseparável do brasileiro. De acordo com levantamento da Abic (Associação Brasileira da Indústria de Café), o produto é consumido por 97% da população.

Essa preferência quase unânime deu à bebida mais antiga do mundo uma data só sua, dia 24 de maio, quando é comemorado o Dia Nacional de Café, instituído em 2005. Nada mais justo para um produto que já foi carro-chefe isolado da economia brasileira e hoje ainda assume lugar de destaque no ranking da exportação: o Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo (com participação de 30% a 40% do mercado mundial) e o segundo maior mercado consumidor, atrás apenas dos Estados Unidos. Dados da Abic revelam que em 2008, o Brasil produziu 46 milhões de sacas de café, exportou 29,5 milhões e consumiu 17,66 milhões.

Números econômicos à parte, o café é uma unanimidade nacional que agrada aos mais exigentes paladares. Ari da Silva Mello faz parte dessa legião de fãs do cafezinho. Diariamente ele consome de duas a três xícaras da bebida numa espécie de vício saudável que lhe rende energia. "O café é muito gostoso, não tem bebida igual. Só o cheiro já dá água na boca", comenta. Ele ainda ressalta que o cafezinho brasileiro é único e esse sabor não se encontra em qualquer outra parte do mundo.

Edson também é outro fã do cafezinho. Sua preferência é o café com um pouco de leite e espuma que ele toma uma xícara pelo menos duas vezes ao dia. Não toma mais porque acredita que em excesso pode fazer mal à saúde. "Sou apaixonado por café e acho que não tem bebida que o substitui", declara.

A Abic afirma que, ao contrário do que pensam os consumidores, o café não causa dependência. Pelo contrário, já existem estudos que comprovam que o café ajuda a prevenir doenças. O consumo regular do café (até seis xícaras por dia) protege contra o surgimento da diabetes no adulto.

Segundo a associação, isso acontece porque o café não possui apenas cafeína, mas também potássio, zinco, ferro, magnésio e diversos outros minerais, embora em pequenas quantidades. Além disso, o grão do café também possui aminoácidos, proteínas, lipídios, além de açúcares, polissacarídeos e uma enorme quantidade de polifenóis antioxidantes (ácidos clorogênicos).

 

 

Veja tambÉm: